Trifle de bolo de laranja e frutas vermelhas: fácil e lindo

trifle1Quer impressionar com uma sobremesa linda e fácil de preparar? Essa foi a última receita que fiz em 2013 (dia 31 de dezembro mesmo) e fechei o ano com chave de ouro: trifle de laranja e frutas vermelhas. O nome é difícil, mas a guloseima não é. Peguei no livro da Nigella Lawson (sim, eu continuo explorando Na Cozinha com Nigella bravamente!) e a receita funcionou muito bem. Primeiro você faz um bolo de geléia de laranja – se estiver com preguiça de fazer o resto, pode parar por aí porque o bolo já é uma delícia. Mas sugiro que você não pare aí, pois a parte do trifle em si é muito simples e não demora quase nada. Vamos lá?

trifle2Trifle de de laranja e frutas vermelhas

Ingredientes para o bolo
250 g de manteiga sem sal
75 g de açúcar refinado
75 g de açúcar mascavo
150 g de geléia de laranja
225 g de farinha de trigo
4 ovos
½ colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de fermento em pó
Casca ralada e suco de 1 laranja (usei a Bahia)

Coloque todos ingredientes da massa em um processador de alimentos e bata. Despeje em um pirex untado de 24 cm (a massa não pode ficar muito alta no pirex, senão demora para assar e acaba queimando).
Se não for usa um processador, barra a manteiga e os dois açúcares à mão ou em uma batedeira. Depois incorpore a geleia de laranja e então os ingredientes  secos. Depois os ovos e, finalmente, a casca e metade do suco de uma laranja. Despeje no pirex.
Coloque no forno pré-aquecido a 180 graus. Asse por 40 minutos, mas verifique depois de meia hora. Faça o teste do palito – quando sair seco, o bolo está pronto. Se quiser parar aqui, faça um glacê para servir. Use a outra metade do suco de laranja e mais 75 g de geleia de laranja. Aqueça ambos numa panela pequena até que os ingredientes tenham derretido e  misturado bem. Passe sobre o bolo com um pincel e pronto. Quer fazer o trifle, em vez disso? Siga abaixo.

Ingredientes para o trifle
50 ml Cointreau (ou outro licor de laranja)
350 ml de creme de leite fresco
300 g de frutas vermelhas (pode ser amora, framboesa e blueberry)
Casca ralada e suco de 1 laranja (aprox.. 100 ml)

Corte o bolo em grandes cubos e arrume sobre um prato largo e raso. Salpique com o licor de laranja. Despeje o suco de laranja sobre os pedaços de bolo embebido em licor e reserve. Bata o creme de leite até engrossar, mas não muito. Eu adicionei um pouco de açúcar (pouco mais de uma colher de sopa), e funcionou bem. Espalhe esse quase-chantilly por cima dos pedaços encharcados de licor e suco. Arrume as frutas vermelhas por cima do creme batido e salpique com a casca de laranja ralada. Sirva e arrase.

 

Vamos fazer wonton de banana com canela e tâmaras?

wonton2Prometi essa receita, que aprendi no curso de cozinha asiática que estou fazendo com o chef Carlos Ribeiro, do restaurante Na Cozinha. São os wontons de banana com canela e tâmaras, uma espécie de pastelzinho cantonês, que preparamos na primeira aula. Na verdade, o nosso ficou mais pra pastel mesmo, pois não fizemos a massa – usamos aquela pronta, de pastel. Eu quis testar em casa sozinhoantes de dar a receita. Meus wontons (ou wantans) ficaram ótimos. E são bem fáceis de fazer, viu? Bora lá:

Wonton de banana com canela e tâmaras

Ingredientes
2 bananas nanicas maduras (ou quase)
8 a 10 tâmaras picadas e sem caroço
50 g de castanha de caju bem picada
1 colher de chá de canela
Massa para pastel em formato redondo
Açúcar e canela para polvilhar

Modo de fazer
Amasse as bananas com um garfo. Adicione a canela e misture. Vá adicionando as tâmaras e as castanhas picadas até formar um recheio homogêneo. Coloque no centro do disco da massa de pastel, passe o dedo umedecido na borda e feche. Cuidado para não colocar recheio demais, senão abre na hora de fritar e estraga tudo. Você pode fechar no formato que quiser – meia-lua, triangular, trouxinha. Numa panela, aqueça uma generosa quantidade de óleo. Quando estiver bem quente, coloque os pasteis pra fritar, de preferência de dois em dois (quanto mais pastéis  você colocar, mais rapidamente cai a temperatura do óleo). Quando estiverem dourados, retire, coloque sobre papel toalha para tirar o excesso de gordura e reserve. Assim que tiver terminado de fritar todos, polvilhe os wontons com uma mistura de açúcar e canela. E está pronto!

Muffin de banana e chocolate em meia hora!

muffinsSe teve um presente de Natal que tenho aproveitado muito foi o livro Na Cozinha com Nigella, da Nigella Lawson. Ontem testei o muffin de banana e chocolate. Receita muito prática: leva poucos ingredientes, é fácil de preparar e fica pronta rapidinho (cerca de 30 min). Fiz alguns ajustes e farei mais na próxima vez, mas já ficou bom – até trouxe pra agência e fiz a alegria do povo. Bora?

Muffin de banana e chocolate

Ingredientes
3 bananas médias bem maduras
225 g de farinha de trigo
100 g de açúcar mascavo claro
2 ovos
120 ml de óleo vegetal
3 colheres de sopa bem cheias de cacau em pó peneirado (se quiser um pouco mais doce, use chocolate em pó)
1 colher de chá de bicarbonato
1 colher de chá de fermento (não estava no original)
1 colher de chá de canela (outra intervenção minha)

esfriando2Pré-aqueça o forno a 200ºC. Amasse bem as bananas na mão ou numa batedeira. Continue batendo e adicione o óleo, seguido dos ovos e do açúcar. Numa tigela à parte, misture os ingredientes secos (farinha, cacau/chocolate, bicarbonato, canela e fermento), até ficarem homogêneos. Daí adicione esse mistura à massa de banana, batendo gentilmente. Para assar, use uma forma de muffins com forminhas de papel (daí não precisa untar). Coloque a massa delicadamente com uma colher em cada forminha, até quase a beirada. Essa mistura deve dar para 12 muffins (para mim deu ainda mais, aproveitei em outras formas de silicone). Leve ao forno pré-aquecido e deixe assando de 15 a 20 minutos ou até os muffins crescerem e saírem das forminhas. Teste com o palito – quando sair seco, está pronto. Tire do forno, cubra com um pano e deixe esfriar um pouco antes de tirar da forma. Daí, divirta-se!

Sangria espanhola geladinha pras noites de verão

sangria-don-curroFeliz ano… quente! Pois é, 2014 chegou arregaçando os termômetros. Assim, só nos resta beber algo refrescante e aproveitar esses dias lindos e noites calientes. Peguei essa receita de sangria do restaurante espanhol Don Curro, um dos meus preferidos de São Paulo. E pra prepará-la é mais moleza do que pudim ao sol. Ok, parei. Vamos lá?

Sangria Don Curro
1 garrafa de vinho tinto seco
2 colheres de sopa de açúcar
25 ml de conhaque
25 ml de licor de laranja (como o Cointreau)
Frutas  em cubos: laranja, abacaxi sem casca e maçã com casca (1 ½ de cada uma delas)
350 ml de soda limonada (aumente se quiser uma sangria menos intensa; se preferir água cm gás, também está valendo)
1 rodela de limão
Gelo em cubos

Numa jarra, coloque o vinho tinto. Adicione o açúcar, o conhaque e o licor de laranja. Misture. Adicione a soda limonada, a rodela de limão e misture novamente. Para finalizar, adicione as frutas picadas e bastante gelo. Misture e deixe resfriar bem por uns 20 minutos antes de servir.

Don Curro – R. Alves Guimarães, 230, Pinheiros, tel. (11) 3062-4712, www.doncurro.com.br

Receita fácil fácil de pudim de pão com chocolate da Nigella

pudimpao1Na minha família quase ninguém gosta de pudim de pão (eu amo). Quando meu resolvi experimentar essa receita, todo mundo torceu o nariz. Antes mesmo de eu tirar do forno, já estavam comentando “hummm, que cheiro bom!” E, claro, gostaram do resultado, que realmente não lembra muito um pudim de pão. A receita eu tirei do livro Na Cozinha com Nigella, da diva do food porn Nigella Lawson – que ganhei do meu irmão no Natal. Mas, pra ficar como eu queria, fiz duas vezes. Na primeira, segui à risca a receita do livro e não ficou tão bom. Ficou meio sem açúcar e massudo (talvez porque o pão inglês seja diferente do daqui). Hoje “ajustei” um pouco a receita e aí ficou ótima. Aliás, uma boa dica pra servir num jantarzinho: você bota no forno na hora em que os convidados chegarem e, em 50 minutos, está pronto. Vamos lá brincar de Nigella?

Pudim de pão com gotas de chocolate

nigellabookIngredientes
2 pães franceses médios amanhecidos (cerca de 125 g)
100 a 150g de chocolate picado ou em gotas (pode ser meio amargo ou ao leite)
500 ml de leite integral
125 ml de creme de leite fresco
3 ovos
2 colheres de rum escuro
50 g de açúcar mascavo
20 g de açúcar branco
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
4 a 5 colheres de açúcar demerara
1 pitada de canela (opcional)

pudimpao2Corte os pães em cubinhos de mais ou menos 2 cm. Coloque em um pirex refratário previamente untado com manteiga, misturando igualmente o pão com os pedacinhos de chocolate picado. Reserve.
Numa tigela à parte, misture os ovos, os açúcares, o leite, o creme de leite, o rum e a baunilha. Quando estiver bem misturado, despeje esse líquido no pirex, sobre o pão picado, até que os cubinhos esteja todos bem ensopados na mistura. Deixe repousar por meia hora.
Pré-aqueça o forno a 180oC. Misture o açúcar demerara com uma ou duas pitadas de canela (ou use apenas o demerara, se preferir), espalhando igualmente sobre os cubos embebidos. Leve ao forno e deixe assar por 45 a 50 min, ou até que ele tenha consistência esponjosa, com uma casquinha formada pelo açúcar. Pode servir morno ou frio.

Dicas de presentes de Natal pra fãs de gastronomia

chandonSem ideia do que levar na casa da sua tia na ceia de Natal? Surgiu um presentinho de última hora e você não sabe o que dar? Veja aqui algumas dicas que certamente agradarão quem gosta de comidas, bebidas e coisas boas da cozinha – e do bar.
Essa, por exemplo, é uma boa dica tanto pra dar de presente como pra chegar a uma festa arrasando. É nova versão limitada da Chandon Passion (R$ 62), com rótulo psicodélico e super colorido, criado pela empresa de design La Stampa. A bebida? Levemente adocicada, com toques de lichia, rosa, maracujá e pêssego. Ótima pra tomar com duas pedras de gelo (sim!), principalmente à beira da piscina. Natal tropical luxo! (www.chandonpassion.com.br)

panetone brazEsse é um dos meus favoritos, o panetone da pizzaria Bráz (R$ 59). E olha que nem sou fã de chocotone – prefiro mil vezes a receita tradicional, com frutas cristalizadas no recheio. Mas essa delícia da Bráz vem na medida, massa macia, recheada com gotas de chocolate e pedacinhos de laranja, com cobertura docinha de amêndoas. E não é por nada, mas a lata estilo retrô ainda é uma belezura. (www.brazpizzaria.com.br)

Dona DeÙla P„o de NatalA tia Célia e tia Edith vão amar esse pão de Natal  (R$ 34,90/ kg), lançado este ano pela Dona Deôla, feito a partir de fermentação natural e recheado de nozes. Quer ficar no panetone? A rede lançou novidades, com recheio de mousse de chocolate branco e duo de limao, em diferentes tamanhos (desde o mini) e preços de R$ 9,90 a R$ 44,90. (www.donadeola.com.br)

livro cevicheOlha que presente bacana pra quem gosta de gastronomia: o livro Ceviche: do Pacífico para o Mundo (R$ 64,90, Ed. Senac) acaba de ser lançado pelo chef Dagoberto Torres (do restaurante Suri) e sua mulher, a jornalista de gastronomia Patricia Moll. A dupla conta a história desse prato, presente na culinária Andina há quase dois séculos, e dá dicas de preparo, além de receitas e fotos lindas. E olha, tudo BEM fácil de fazer, viu? (www.editorasenacsp.com.br)

MartinsCafé_acid_velvet-1Café de presente de Natal? Esse vale a pena – e certamente vai impressionar os aficionados pela bebida. São os dois novos microlotes lançados pela Martins Café, com predominância de ácidos fosfórico e lático, característica rara nos cafés produzidos no Brasil. O Velvet Touch, como o nome diz, tem um toque ácido aveludado, com notas florais, frutas secas e mel. Ótimo pra começar o dia, aliás. Ja o Acid Lover surpreende pela acidez marcante, adocicada, e toques achocolatados. O combo com duas latas de 250 g sai por R$ 79,90 e só pode ser comprado no site – e a torra é feita depois da compra, pra garantir que chegue fresco. Ou seja, corra! (www.martinscafe.com)

fotoEsse foi outro panetone que provei e adorei: o do Fasano (R$ 75/ kg). A receita, dizem, foi trazida pelo próprio Vittorio Fasano em 1902, quando ele saiu de Milão e veio para il Brasile. A receita é tradicional, tem bastante fruta cristalizada, cobertura de amêndoas, massa elástica e saborosa, com aroma bem marcante. Cheirinho de Natal, mesmo. (www.fasano.com.br)

capa livroMais um livro gostoso pra quem curte uma cozinha:  Le Vin Bistro – Histórias & Receitas (R$ 53), escrito pela minha querida colega, a jornalista Elaine Guerini. Em 166 páginas, ela conta os origens do termo bistrô e dos pratos clássicos da culinária francesa, como cassoulet, coq au vin,  steak tartare e tarte tatin. Também narra a trajetória dos 13 anos do Grupo Le Vin e traz 43 receitas. As fotos são do Tadeu Brunelli e as ilustrações, do estúdio Oda. (www.levincom.br)

Receita fácil do “Bolo de Frade Pelado”

bolo fradeO espírito boleiro baixou de novo e mandei ver numa receita de num site americano. É um bolo de cenoura diferente, que fica parecido com aqueles bolos de frade de mosteiro. Ou seja, é meio gordinho – mas quem nunca, né? O meu é naked, sem cobertura. Mas se quiser pode botar um glacê simples. Vou chama-lo de Bolo de Frade Pelado e é ridículo de fácil. Bora experimentar?

Ingredientes
2 xícaras de cenoura sem pele ralada
6 fatias de abacaxi em lata, bem escoadas e picadas.
½ xícara de nozes picadas
½ xícara de uva passa
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de óleo
1 ½ de açúcar
4 ovos levemente batidos
3 colheres de chá de canela em pó
2 colheres de chá de fermento
1 ½ colher de chá de bicarbonato
1 colher de chá de sal (bem rasa)

Modo de fazer
Numa tigela grande, misture os ingredientes secos (farinha, sal, fermento, bicarbonato e canela). Abra um círculo no meio dos pós misturados e coloque os ovos, o óleo e o açúcar. Misture tudo com as mãos mesmo (é beeem viscoso, já aviso), ou com uma boa espátula. Adicione a cenoura, o abacaxi, as nozes e as passas e misture mais. Unte uma forma e pré-aqueça o forno entre 180 e 200 graus. Despeje a massa na forma, coloque para assar por 45 ou 50 minutos, ou até que o teste do palito saia sequinho. Tire, espere esfriar, desenforme e pronto. Bom apetite!

Receita de cheesecake de abóbora do P.J. Clarke’s pra fazer no Halloween

cheesecake abobora bxTravessura ou gostosura? Bem, pelo menos no P.J. Clarke’s vai ter gostosura nesse Halloween: no dia 31 de outubro, a unidade da Mário Ferraz estará toda enfeitada pro Dia das Bruxas e servirá uma versão diferente de sua sobremesa mais famosa: cheesecake de abóbora (R$ 19). A fatia sai de graça na compra de quatro garrafas da cerveja norte-americana (de abóbora) Post Road Pumpkin Ale (R$19). Mas é só dia 31 e na unidade do Itaim (Rua Dr. Mario Ferraz, 568, tel. 3078-2965), ok? Quem perder, pode tentar fazer em casa, pois descolei a receita da guloseima. Confira abaixo!
Continuar lendo

Receita fácil de bolo de chocolate fofinho

foto 1Outro dia ganhei um pacote de chocolate orgânico em pó Amma (R$ 10, 200 g). O chocolate é produzido na Bahia pelo Diego Badaró, que cuida da plantação do cacau à produção do ótimo chocolate, em barra ou em pó (veja mais aqui). Aliás, também recebi um pacote com cacau orgânico em pó (R$ 15, 200 g), sem adição de açúcar, e resolvi fazer algo “digno” com essa matéria-prima. Nasceu assim meu primeiro bolo de chocolate! Digo “meu” porque adaptei algumas receitas/referências e gostei muito do resultado. Vou chamar de Bolo Primavera de Chocolate, em homenagem à data (ok, frescura, eu sei, é bolo de chocolate mesmo). Vamos a ele?

foto 2Ingredientes
(para a massa)
2 ovos inteiros
2 xícaras de farinha de trigo
1 ½ xícara de açúcar
1 xícara de chocolate em pó
¾ xícara de óleo vegetal
¾ xícara de água fervendo
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 1/2 colher de chá de fermento
1 ½ colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal

(para a cobertura)
1 lata de creme de leite
3 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de chocolate em pó
2 colheres de sopa de cacau em pó (ou mais 2 de chocolate mesmo)

Modo de fazer
Pré- aqueça o forno a 180o.  Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar, a canela e o chocolate. Adicione os dois ovos, a baunilha e misture. Coloque o óleo, sempre mexendo. Adicione a água fervendo aos poucos, sempre mexendo bem. A massa vai soltando e ficando mais fácil de bater na mão. Quando estiver bem uniforme, misture o bicarbonato, depois o sal e por último o fermento.
Coloque a massa numa forma untada (com manteiga e farinha de trigo) e leve ao forno pré-aquecido a 180o. Deixe assando entre 35 min. e 40 min. Faça o teste espetando o palito – quando sair seco, o bolo está pronto.
Desenforme quando estiver frio e reserve. Numa panela, aqueça o creme de leite (sem soro), misture o açúcar e o chocolate, mexendo em fogo médio até dar uma engrossada. Espere esfriar um pouco, mexa mais e está pronta a cobertura. Fure o bolo com um garfo e vá espalhando a cobertura sobre ele. Ela fica molinha, molhada, até escorre um pouco pelas laterais. Sirva e seja feliz.

Vinagres artesanais para incrementar suas saladas

Vinagres Retratos do Gosto_alta4Já soube dos novos produtos da linha Retratos do Gosto? Dessa vez são temperos de vinagre, assinados pelo chef Alberto Landgraf, do Epice, e produzidos por uma pequena fábrica de Ruthlea Arruda, em Assis (SP). Segundo Lea, a produção é toda artesanal e os vinagres são feitos com frutas orgânicas. A linha tem dois temperos: vinagre de cana-de-açúcar e vinagre de mel. Cada um custa R$ 12,50 (frasco de 180 ml) e pode ser comprado no Mercadinho do restaurante Dalva e Dito (R. Pde. João Manuel, 1155, Jardins, tel. 11 3068-4444). Ganhei o de mel e estou usando direto – ontem mesmo temperei uma salada de rúcula, tomate-cereja e gorgonzola e ficou apenas ótimo. O chef Landgraf deu duas receitas que levam os novos temperos. Vamos testar? Confira abaixo .

Continuar lendo