Receita de cheesecake de abóbora do P.J. Clarke’s pra fazer no Halloween

cheesecake abobora bxTravessura ou gostosura? Bem, pelo menos no P.J. Clarke’s vai ter gostosura nesse Halloween: no dia 31 de outubro, a unidade da Mário Ferraz estará toda enfeitada pro Dia das Bruxas e servirá uma versão diferente de sua sobremesa mais famosa: cheesecake de abóbora (R$ 19). A fatia sai de graça na compra de quatro garrafas da cerveja norte-americana (de abóbora) Post Road Pumpkin Ale (R$19). Mas é só dia 31 e na unidade do Itaim (Rua Dr. Mario Ferraz, 568, tel. 3078-2965), ok? Quem perder, pode tentar fazer em casa, pois descolei a receita da guloseima. Confira abaixo!
Continuar lendo

Receita fácil de bolo de chocolate fofinho

foto 1Outro dia ganhei um pacote de chocolate orgânico em pó Amma (R$ 10, 200 g). O chocolate é produzido na Bahia pelo Diego Badaró, que cuida da plantação do cacau à produção do ótimo chocolate, em barra ou em pó (veja mais aqui). Aliás, também recebi um pacote com cacau orgânico em pó (R$ 15, 200 g), sem adição de açúcar, e resolvi fazer algo “digno” com essa matéria-prima. Nasceu assim meu primeiro bolo de chocolate! Digo “meu” porque adaptei algumas receitas/referências e gostei muito do resultado. Vou chamar de Bolo Primavera de Chocolate, em homenagem à data (ok, frescura, eu sei, é bolo de chocolate mesmo). Vamos a ele?

foto 2Ingredientes
(para a massa)
2 ovos inteiros
2 xícaras de farinha de trigo
1 ½ xícara de açúcar
1 xícara de chocolate em pó
¾ xícara de óleo vegetal
¾ xícara de água fervendo
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 1/2 colher de chá de fermento
1 ½ colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal

(para a cobertura)
1 lata de creme de leite
3 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de chocolate em pó
2 colheres de sopa de cacau em pó (ou mais 2 de chocolate mesmo)

Modo de fazer
Pré- aqueça o forno a 180o.  Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar, a canela e o chocolate. Adicione os dois ovos, a baunilha e misture. Coloque o óleo, sempre mexendo. Adicione a água fervendo aos poucos, sempre mexendo bem. A massa vai soltando e ficando mais fácil de bater na mão. Quando estiver bem uniforme, misture o bicarbonato, depois o sal e por último o fermento.
Coloque a massa numa forma untada (com manteiga e farinha de trigo) e leve ao forno pré-aquecido a 180o. Deixe assando entre 35 min. e 40 min. Faça o teste espetando o palito – quando sair seco, o bolo está pronto.
Desenforme quando estiver frio e reserve. Numa panela, aqueça o creme de leite (sem soro), misture o açúcar e o chocolate, mexendo em fogo médio até dar uma engrossada. Espere esfriar um pouco, mexa mais e está pronta a cobertura. Fure o bolo com um garfo e vá espalhando a cobertura sobre ele. Ela fica molinha, molhada, até escorre um pouco pelas laterais. Sirva e seja feliz.

Vinagres artesanais para incrementar suas saladas

Vinagres Retratos do Gosto_alta4Já soube dos novos produtos da linha Retratos do Gosto? Dessa vez são temperos de vinagre, assinados pelo chef Alberto Landgraf, do Epice, e produzidos por uma pequena fábrica de Ruthlea Arruda, em Assis (SP). Segundo Lea, a produção é toda artesanal e os vinagres são feitos com frutas orgânicas. A linha tem dois temperos: vinagre de cana-de-açúcar e vinagre de mel. Cada um custa R$ 12,50 (frasco de 180 ml) e pode ser comprado no Mercadinho do restaurante Dalva e Dito (R. Pde. João Manuel, 1155, Jardins, tel. 11 3068-4444). Ganhei o de mel e estou usando direto – ontem mesmo temperei uma salada de rúcula, tomate-cereja e gorgonzola e ficou apenas ótimo. O chef Landgraf deu duas receitas que levam os novos temperos. Vamos testar? Confira abaixo .

Continuar lendo

Receita: a ciambella da Nigella

ciambella2E já que hoje acordei inspirado pra receitas, resolvi testar essa da Nigella Lawson, que peguei no site do GNT. Na verdade, quem me deu a dica foi o Paulo Telles, diretor de arte da JWT e gourmet de alma. O nome é ciambella, um bolo de baunilha italiano cuja textura lembra um pudim. Vou avisar: é ridículo de fácil de fazer, leva uma hora entre preparo e forno. Portanto mãos à obra.

Ingredientes
3 ovos
1 pote pequeno de iogurte natural (170 g)
2 potes de açúcar (usando a medida do pote de iogurte)
1 pote de óleo vegetal  sem sabor (usei de soja)
1 pote de amido de milho (dá-lhe maisena)
Meio limão siciliano
2 colheres de chá  de essência de baunilha
Açúcar de confeiteiro (para polvilhar sobre o bolo)

fatia2
Modo de preparar
Bata as claras em neve densamente e reserve. Na batedeira, bata as gemas junto com o iogurte e o açúcar. Enquanto estiver batendo, acrescente o óleo, deixe bater mais e, inclua o amido de milho aos poucos (senão espalha tudo), deixando bater mais um pouco. Quando parar, coloque raspas da metade do limão e a baunilha. Mexa com uma espátula e acrescente 1/3 das claras em neve, incorporando vigorosamente. Depois, coloque o resto das claras em neve e mexa delicadamente.
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e polvilhe com farinha de trigo uma forma de bolo (melhor aquela com furo no meio; eu quis inventar de fazer numa forma reta e ficou mais baixinho) e despeje ali a massa.
Asse de 35 a 40 minutos no forno a 180ºC. Pode ser menos tempo – é só testar com o palito de dente. Depois que estiver assado, retire e deixe esfriar. Desenforme e polvilhe açúcar de confeiteiro em cima, com uma peneirinha. Eu ainda polvilhei com mais raspas de limão siciliano.

Receita fácil de rápida de uma massa pro sábado à noite

orecchietteQuer fazer uma massinha legal hoje à noite? É fácil, rápida e dá pra preparar até antes de você ir pra balada – ou mesmo pra armar um sábado romântico em casa e impressionar. É o orecchiete à carbonara descontruído. Peguei no site Buzz Food, testei em casa ficou uma delícia. E demora uns 15 minutos.

Ingredientes
250 g de orecchiette (ou pode ser penne, daquele menorzinho)
3 ovos
1 xícara de ervilhas frescas ou congeladas
3 fatias de bacon, picadas
2 colheres de sopa de mascarpone ou cream cheese
1 colher de sopa de suco de limão siciliano, espremido na hora
1 xícara de queijo parmesão ralado em tiras largas

Modo de preparar
Cozinhe os ovos, tire a casca, pique em pedaços médios e reserve.
Cozinhe o orecchiette em água salgada por 10 a 12 minutos. Escorra, mas reserve uma xicara da água de fervura separadamente.
Numa frigideira grande, cozinhe os pedacinhos bacon até que fiquem amarrozados e levemente crocantes. Tire o excesso de gordura da frigideira. Adicione as ervilhas (mesmo congeladas) e misture bem para aquecer tudo.
Coloque o macarrão e vá misturando enquanto adiciona o cream cheese (ou mascarpone), o suco de limão e ¼ de xícara da água de fervura da massa, que vai emulsificar o molho.
Mexa bem e adicione ¾ de xícara do parmesão, misturando para obter um molho cremoso. Coloque um pouco mais de água de fervura se necessário.
Sirva a massa num prato, cubra com ovos picados e com um pouco de parmesão. Voilá!

 

 

 

Festival de minestras pra esquentar a barriguinha

Minestra de zucchinio, caccio e uova: a receita está abaixo!

Minestra de zucchinio, caccio e uova: uma das cinco versões. A receita está abaixo!

O gigante acordou – e  descobriu que estava em pleno inverno! Pois é, o frio chegou mesmo e nessas horas comfort food mesmo é uma sopa quentinha. Várias casas abrem seus tradicionais bufês de sopas. Uma delas é o Mangiare, que serve até 28 de julho cinco versões de minestra, caldo típico da zona rural na Itália, que leva poucos ingredientes, cozidos em caldos leves, que alimenta e aquece a barriguinha do povo. Tem a Minestra di Riso e Fagioli (R$  25), que leva feijão branco, arroz e tomate pelado; a Minestra di Ceci e Costine de Maiale (R$ 35), com caldo à base de grão-de-bico e costela de porco; a Minestra Clássica (R$ 20), preparada com vegetais cozidos no caldo de frango com seme di melone, massa pequena, com formato de semente de melão; a Minestra Della Famiglia (R$ 30), preparado com vegetais, presunto cru, macarrão e finalizada com pesto de manjericão; e a Minestra de Zucchini, Cacio ed Uova (R$ 30), com abobrinha, dois ovos triturados e queijo, um creme que se dissolve na sopa, em um processo semelhante ao carbonara. Consegui a receita desta última – que eu pretendo experimentar no Mangiare mesmo, pois ando numa preguiça atroz, Mas para quem quiser se aventurar e fazer em casa, parece razoavelmente simples. Se fizerem, me contem o resultado, per favore?
Continuar lendo

Nespresso lança cafés com aromas de baunilha, chocolate e caramelo

nespressoQuem gostou da última série Variations, da Nespresso (cafés com aromas de coco, avelã e macadâmia), vai adorar os novos blends da marca: Vanilio, Ciocattino e Caramelito. Na verdade, os três grand crus já apareceram em série especial e agora voltam na linha permanente. Todos têm como base o grand cru Livanto e são aromatizados com baunilha, chocolate amargo e caramelo, respectivamente. Veja bem, não têm sabor doce, apenas aroma adocicado. São ótimos para compor um cappuccino ou latte macchiato – ou apenas como um expresso de 40 ml. Meu preferido é o Caramelito, perfeito para acompanhar uma sobremesa no fim da refeição. Cada caixa com 10 cápsulas custa R$ 22. Veja abaixo uma receita com Vanilio que serve como sobremesa e bebida ao mesmo tempo.

vanilioVafé Liègeois Vanilio

Ingredientes:
2 espressos de 40ml. de Vanilio
1 concha d sorvete de baunilha
3 colheres de sopa de espuma de leite quente
2 colheres de chá de calda de caramelo
1 colher de chá de lascas de chocolate

Modo de fazer:
Prepare a espuma de leite (com o bico de vapor da máquina ou com o espumador Aeroccino), acrescente a calda de caramelo e reserve. Prepare os dois expressos e despeje em uma xícara grande e gelada. Acrescente imediatamente a concha de sorvete, cubra com a espuma de leite e decore com as lascas de chocolate.

www.nespresso.com

Passo a passo fácil: french toast de croissant e canela

frech2Croissant é o novo preto entre os fãs de guloseimas nos Estados Unidos (lembra do cronuts que falei aqui?). Pesquisando sobre o assunto, encontrei no blog Pinch of Yum essa receita de french toast (espécie de rabanada) de forno feita com canela e croissants amanhecidos (podem ser frescos). A coisa toda é muito simples – veja o passo a passo abaixo. Leva uns 50 minutos (descontando o descanso da mistura), dá pra pelo menos seis pessoas. Acabei de testar e ficou apenas maravilhosa. Continuar lendo

Olha essa receita fácil de mousse de cupuaçu

mousseAlô, Belém do Pará! Alô, meus queridos Paulo Pistache e Marcelo Yokoyama! Ontem no meu curso de cozinha brasileira no Na Cozinha foi noite de culinária do Norte: pato no tucupi, arroz de castanha do Pará e mousse de cupuaçu. Adorei o resultado e achei bem mais simples do que imaginava – o mais difícil é achar alguns ingredientes. No caso do doce, é mais fácil. Vamos fazer em casa?

Ingredientes
500 g de polpa de cupuaçu
1,5 caixas de creme de leite sem soro
1,5 latas de leite condensado
10 g de gelatina incolor e sem sabor em lâmina

Modo de preparo
Bata no liquidificador o creme de leite, o leite condensado e a polpa de cupuaçu. Dissolva a gelatina em 5 colheres de sopa de água morna e acrescente aos outros ingredientes. Coloque o creme em taças ou formas individuais e leve a geladeira por ao menos 2 horas. Tá pronto!

Receita de frigideira de bacalhau: uma delícia e fácil de fazer

fotoComo sempre conto aqui, fiz um curso básico de cozinheiro no restaurante-escola Na Cozinha, me animei e agora estou no segundo curso – desta vez, de comida brasileira e se chama Do Oiapoque ao Chuí. Quarta passada aprendemos um prato maranhense (arroz de cuxá) e uma receita que, segundo o professor e chef Carlos Ribeiro, é bem popular no Nordeste: frigideira de bacalhau. A receita abaixo era da mãe do chef, dona Walkyria. Prato fácil, rápido e muito gostoso. Bora fazer nesse fim de semana? Dá pra quatro a seis pessoas e leva uns 50 minutos pra preparar.

Ingredientes
500 g de bacalhau já sem sal e desfiado
1 cebola pequena em cubinhos
2 dentes de alho picados
2 tomates picados em cubinhos
8 colheres  de sopa de azeite de oliva
1 vidro de leite de coco de 200 ml
200 ml de água fria
4 colheres de sopa de azeitonas sem caroço picadas
4 colheres de sopa de pimentão verde em tirinhas
4 colheres de sopa de pimentão vermelho em tirinhas
4 colheres de pimentão amarelo em tirinhas
3 xícaras de arroz
6 ovos
Sal a gosto
Salsinha a gosto
Pimenta dedo de moça a gosto, ou se preferir pimenta do reino.

Modo de fazer
baca1Numa frigideira grande, coloque azeite, deixe a cebola dourar e em seguida, o alho. Coloque o bacalhau e deixe refogar por uns 10 minutos. Adicione sal e pimenta, mexa bem, tire do fogo e reserve. Em outra frigideira, salteie os pimentões no azeite até eles começarem a enrugar, temperando com sal e pimenta. Junte o tomate e mexa bem.
Misture tudo na frigideira grande, onde está o bacalhau, adicionando as azeitonas e o arroz cru. Coloque uma pitada (ou rápida raspadinha) de noz moscada. Adicione o leite de coco e a água, mexa e leve ao fogo. Deixe em fogo médio, até cozinhar o arroz e o liquido baixar. Mas não pode secar – a receita é meio cremosa mesmo.
Agora, os ovos. Separe as claras das gemas. Bata as claras até o ponto de neve. Diminua a velocidade da batedeira e vá adcionando as gemas aos poucos, até a mistura ficar amarelinha.
Espalhe azeite numa travessa ou forma refratária e espalhe ali a mistura de bacalhau e arroz. Junte aos poucos os ovos batidos, misturando tudo delicadamente, até o bacalhau cozido incorporar os ovos e a mistura ficar homogênea. Cubra com o que sobrou da espuma dos ovos e leve ao forno pré-aquecido, a uma temperatura de 180 graus. Deixe dourar por 30 ou 40 minutos (dependendo do forno). Quando estiver pronta, a frigideira parece um suflê por fora, com o recheio bem rico e macio.

Na Cozinha - Rua Haddock Lobo, 95, Jardins, tel. (11) 3063-5377, www.nacozinharestaurante.com.br