Finalmente! Receita fácil de salmon cakes

salmaoSofri pra achar uma receita simples de Salmon Cake, uma espécie de bolinho de salmão (quase um hamburguinho), bem temperado e molhadinho por dentro. Afinal, não sou especialista em bolinhos – quase nunca fiz e morro de medo que eles se quebrem na hora de fritar. Enfim, venci o receio e fui à luta., adaptando receitas que vi em sites americanos. Cada um dizia uma coisa, então fiz uma média dos ingredientes e testei. E não é que ficou uma delícia? São rápido de fazer e de fritar, e você pode servir acompanhado apenas de uma boa salada, ou uma entrada. Jantei isso ontem! Mão à obra: Continuar lendo

Feirinha Gastronômica muda de endereço até fim de julho

Novo Butantan Food Park: capacidade pra quatro vezes mais pessoas

Agora é no novo Butantan Food Park: capacidade pra quatro vezes mais pessoas

Atenção se você está planejando ir à Feirinha Gastronômica da praça Benedito Calixto: o evento mudou temporariamente de endereço. A partir do próximo domingo, dia 8 de junho até 27 de julho, a Feirinha será realizada no Butantan Food Park. O espaço, ao lado da ponte Eusébio Matoso, foi inaugurado em maio e já recebeu duas edições especiais da Feirinha no último SP Burger Fest. Visitei o local dia 28 de maio e gostei muito. “O novo espaço tem 1.400 m2, com mesas compartilhadas, e comporta até quatro vezes mais pessoas do que o antigo”, afirma Maurício Schuartz, idealizador da Feirinha. A edição de domingo terá 34 expositores, entre salgados e doces, com preços entre R$ 5 e R$ 25, e funciona das 12h às 19h.

Feirinha Gastronômica – Butantan Food Park, R. Agostinho Cantu, 47, Butantã, www.feirinhagastronomica.com.br

9 restaurantes promovem Mundial gastronômico

Cassoulet do Bistrot de Paris: um dos astros do festival Sabores do Mundo

Cassoulet do Bistrot de Paris: um dos astros do festival Sabores do Mundo

Enquanto a Copa do Mundo rola solta nos gramados do país, nove restaurantes de São Paulo, de nacionalidades diferentes, promove uma versão gastronômica do Mundial. É o festival Sabores do Mundo, de 13 de junho a 13 de julho, quando cada uma dessas casas oferece um menu especial (que inclui entrada, prato principal e sobremesa), com preço fixo de R$ 90 – alguns ainda incluíram no menu um drinque de boas-vindas. Como o Bistrot de Paris, que servirá um kir royale para quem pedir o menu, que inclui o cassoulet traditionnel, feijão branco, coxinha de pato cozida em baixa temperatura, linguiça, lombo e barriga suína.

Arroz mexidinho com feijão, carne moída, farinha de mandioca, couve e ovo frito, do Bar da Dona Onça

Brasileirinho: arroz mexidinho com feijão, carne moída, farinha de mandioca, couve e ovo frito, o prato principal do menu especial do Bar da Dona Onça

Como eu disse, cada casa participante traz a cozinha de um país diferente. São elas 210 Diner (de culinária americana), o português Bacalhoeiro, o brasileiríssimo Bar da Dona Onça, o francês Bistrot de Paris, o argentino Estación Sur, o japonês JAM, o peruano La Mar, a cozinha italiana do Pomodori e o espanhol Venga!. O cardápio especial será servido no almoço e/ou jantar (dependendo da casa). Consulte a lista abaixo e vamos celebrar a o mundial da gastronomia em SP! Continuar lendo

BrewDog inaugura loja de cervejas nesse fim de semana

Cervejas BrewDog_Lucas TerribiliLembra que eu falei do BrewDog Bar aqui? Pois a badalada cervejaria tem uma novidade: nesse fim de semana, vai inaugurar sua Bottle Shop, um espaço dedicado à venda de cervejas artesanais brasileiras e importadas. A Loja tem o mesmo endereço do bar, mas com entrada independente – você pode comprar as cervejas e levar para casa ou consumir ali mesmo, num pequeno balcão. A Bottle Shop abre de segunda a sexta, das 10h às 18h, e aos sábados e domingos, das 12h às 18h.

Porchetta Alma Rústica

Mamma mia! Porchetta húngara pururuca!

Nos dias 7 e 8, vai rolar uma celebração especial da abertura da loja, o Mikkeller Weekend. No evento traz o lançamento de 21 novos rótulos da cervejaria dinamarquesa com um tap takeover (quando várias das 21 torneiras da casa servirão chopes da marca), além de shows de jazz na varanda e comidas vendidas em frente ao bar, como o Sanduba de porchetta húngara pururuca (R$ 15, na foto), da rotisserie itinerante Alma Rústica. Ah, na mesma ocasião, passarão a ser vendidos alguns rótulos inéditos da BrewDog, como o  BrewDog Old World Russian (R$ 50, 660ml) e o BrewDog Cocoa Psycho (R$ 35, 330ml).

BrewDog Bar e Bottle Shop - Rua dos Coropés, 41, Pinheiros, tel. (11) 3032-4007

Embutidos ganham festival na Osteria Del Pettirosso

www.tbfoto.com.brPETTIROSSO - SP/SP - 07/05/2014Foto: Tadeu Br

Seleção de salumeria, uma das entradas do festival (fotos desse post: Tadeu Brunelli)

Você gosta de embutidos? Então se liga: começa hoje e vai até dia 15 de junho o Festival de Salumeria Artesanal, na Osteria Del Pettirosso. O chef Marco Renzetti e elaborou um menu com entrada, primeiro e segundo pratos e sobremesa por R$ 110 por pessoa. Mas só vale no jantar, de terça a sábado. Confira a seleção:

www.tbfoto.com.br PETTIROSSO - SP/SP - 07/05/2014 Foto: Tadeu Br

Uma das opções de primeiro prato: tonnarelli ai funghi e guanciale

Entrada: seleção de salumeria artesanal (guanciale, lombo suíno e pancetta) ou presunto de paleta de cordeiro, rúcula e pecorino.
Primeiro prato
: tonnarelli ai funghi e guanciale (bacon não-defumado feito com as bochechas do porco) ou ravióli de creme de cebola ao ragú de pancetta e ervilha.
Segundo Prato: saltinbocca de vitela e presunto artesanal com vignarola (cozido de favas, ervilhas, cebola e alcachofras)
 ou bocconcini de frango caipira e lombo suíno curado com favas verdes e alcachofras
Sobremesas: sorbet de limão siciliano
 ou panna cotta com calda de frutas vermelhas.

Osteria Del Pettirosso Al. Lorena, 2155, Jardins, tel. (11) 3062-5338, www.pettirosso.com.br

Champanhes homenageiam Ayrton Senna e Copa do Mundo

Moët_Senna_garrafa_caixaDá pra misturar champanhe com esportes? Sim, e muito. Duas marcas acabam de fazer isso – de modos bem diferentes, na verdade. A primeira é a clássica Moët & Chandon, que faz uma bela homenagem a Ayrton Senna, tricampeão de Fórmula 1. Trata-se de uma edição limitada das icônicas garrafas Jeroboam do champagne Moët & Chandon Impérial, com o qual o campeão comemorava suas vitórias no pódio. Por isso, a edição terá 41 garrafas, uma para cada 1º lugar conquistado por Senna na Fórmula 1. Cada garrafa de 3 litros reproduz o rótulo da época, a assinatura de Senna e traz as famosas faixas que adornavam as garrafas de Moët & Chandon nas vitórias do campeão. Cada peça custa R$ 10 mil,vem em uma caixa de madeira, decorada com uma placa com a relação das 41 vitórias do corredor e possui um certificado de autenticidade. Cada garrafa ficará exposta dentro de um podium criado para a ocasião, em 41 pontos selecionados nas capitais brasileiras, entre lojas especializadas e hotéis do Brasil. A relação de locais poderá será consultada na página do Brasil de facebook da Moët & Chandon. Parte da renda obtida será revertida aos programas educacionais do Instituto Ayrton Senna.

 

taittA segunda marca de champanhe já aposta em borbulhas na taça e bola na rede. A Taittinger, escolhida como champanhe oficial da Copa do Mundo Fifa 2014, vai celebrar o mundial de futebol com uma versão limitada. A garrafa de 750 ml traz uma arte em 3D que dispensa o uso de óculos especiais: os consumidores têm a sensação de ver as bolas se movimentarem direto do rótulo. A edição limitada será servida em todos os camarotes VIPs dos estádios da Copa e também à venda por R$ 283 na Todo Vino.

Zona norte entra no roteiro dos food trucks

Churros (de novo!) do Rolando Churrinho no Pátio Casa Verde: ZN na fita

Churros do Rolando no Pátio Casa Verde: é a ZN na fita, bro!

E não é que a zona norte entrou no roteiro das feirinhas de food trucks? Ontem rolou o primeiro Pátio Gastronômico Casa Verde, num espaço próximo à ponte do Limão, com 11 food trucks e ainda dois estabelecimentos do local abertos ao público da ZN. E encheu! A iniciativa é dos proprietários do espaço, que tem lojas e agência de turismo, e do empresário Rolando Vanuci, mais conhecido como Rolando Massinha. Segundo ele, a intenção é que o encontro gastronômico na Casa Verde role todo domingo, das 11h às 20h, até o fim do ano.

 

foto 1

“O público da zona norte é grande e certamente fã de comida de rua, mas muita gente não quer se deslocar até outras zonas da cidade para participar desses eventos”, me disse Rolando. Além do trabalho com as vans, ele também é presidente da recém-criada Associação Paulistana de Comida de Rua e que ontem comemorava sete anos de existência de sua colorida Kombi Rolando Massinha (que fica na Av. Sumaré, 611).

 

Afoto 3lém das três vans do Rolando (Massinha, Doguinho e Churrinho), havia oito trucks, vendendo de pizza ao britânico fish and chips (peixe frito com batatas), comida nordestina e uma dedicada a café. A temakeria Makis Place e a cervejaria Mr. Beer, lojas fixas do pátio, também funcionaram e aproveitaram bem o movimento do evento, que tinha até DJ. Passei por ali 18h e ainda estava animado. “No próximo domingo, devemos ter outras vans e novos tipos de comida”, acredita Rolando. É a ZN na fita, mano!

 

Pátio Casa Verde – Rua da Relíquia, 383, Casa Verde, www.patiocasaverde.com.br

Sexta-feira ardidinha

tucunareLembrem que eu falei do 4º Festival da Pimenta aqui? Então, na sexta-feira já fui provar as iguarias de dois restaurantes. No almoço, pedi a entrada Dupla Baiana (R$ 31,50), no Na Cozinha: dois mini acarajés e dois mini abarás, acompanhados de molho de pimenta Nagô (achei tranquilo) e o molho Lambão, um vinagrete bem ardido. À noite, fui ao Obá, quase uma embaixada desse festival e a casa que criou mais itens nessa edição: são 18 receitas para o evento. A que mais me encantou foi o filé de tucunaré (R$ 71), com pele crocante e carne macia, servido com um picante vinagrete de lulas e pimentas brasileiras e a inusitada farofa molhadinha de maracujá. Adorei a combinação da picância do vinagrete com o adocicado da farofa, tudo misturado à textura incrível do peixe. Um dos melhores pratos que comi no Obá.

 

ostrasOutra criação especial para o festival é a deliciosa entrada de ostras thai (R$ 33), ou seja, quatro ostras empanadas em massa de tempurá, com molho de pimentas thai, folha de limao kaffir, hortelã e coentro. Babei.

 

camaroesQuer algo menos ardido? Aposte no palmito assado com camarões salteados com pimenta de cheiro (R$ 62), tudo regado com tucupi e aromatizado com folhas de coentro, servido com beijus de tapioca bem firmes e molho de pimenta cumari à parte.

 

frutasAs sobremesas também ganharam sua versão picante. Eu adorei meus doces da fazenda (R$ 17,50): figo, goiaba, casca de laranja em calda, com pimenta dedo de moça, coalhada bem firme e doce de leite. Raspei o prato.

 

petitA outra doçura ardidinha do Obá é a cascada de chocolate (R$ 18,50), na verdade um petit gateau feito com chocolate mexicano e um toque (bem leve mesmo) de pimentas mexicanas em pó, com sorvete de limão, calda de tequila e frutas vermelhas.

Lembrando que o Festival da Pimenta 2014 está ocorrendo em 12 casas até dia 8 de junho.

Obá– Rua Melo Alves, 205, Jardins, tel. (11) 3086-4774, www.obarestaurante.com.br

Churros de shopping x churros de rua: qual você prefere?

foto 2Essa é a semana do churro! Falei tanto do doce ontem e, quando fui ao Shopping Center 3 depois do almoço, acabei topando com esse novo carrinho que vende o doce. Chama-se Top Churro e, pelo que sei, é uma franquia que também tem nos shoppings Higienópolis e Cidade Jardim. O carrinho amarelo serve churros assados (e não fritos), em formato de pequenos tubos recheados de doce de leite ou chocolate. Custa R$ 5,90 e vem seis unidades.

 

foto 1Minhas considerações: a massa é gostosa, bem sequinha e os doces chegam quentinhos. Uma mordida e o recheio explode na boca – e isso é bom. O recheio de doce de leite é bem doce e mais líquido do que deveria – um pouco de cremosidade não faria mal algum. O de chocolate é apenas ruim: tem gosto de algo doce e indefinido. Vi que nos outros endereços os churros são servidos em simpáticos copinhos, como de sorvete – no do Center 3 os copinhos só servem mesmo de enfeite, pois os churros vêm num saquinho de papel e pronto.

 

foto 3Vale a pena? Pela massa, vale sim, pois é gostosa e menos calórica do que a de um churro de barraquinha (lembre-se, essa massa é assada, não frita). Pelo preço, não vale, já que um churro de barraquinha custa em média R$ 3 e a porção é maior. Porém, se você quer dividir a porção com alguém e comer menos, ou sair petiscando o doce, daí é mais prático. Eu prefiro a versão roots, de rua, mais barata e generosa.

Top Churro – Shopping Center 3, Av. Paulista, 2064 e mais dois endereços aqui www.topchurro.com.br

Campanha Pão Amigo dará 50% da renda pra entidades sociais

antipasti on line-4Olha que iniciativa legal: as sócias da Antipasti (boutique de pães artesanais, antepastos e sanduíches), Renata e Juliana Petrone, criaram a campanha Pão Amigo. Funciona assim: durante a primeira semana de cada mês, o projeto reverte 50% da venda dos pães da casa para uma instituição beneficente. Na estreia, de 2 a 6 de junho, o Pão Amigo irá beneficiar a Associação Maria Helen Drexel, organização civil que acolhe crianças e adolescentes, cujos direitos básicos tenham sido violados ou ameaçados, proporcionando proteção, assistência, saúde e educação visando o seu desenvolvimento.
As sócias escolheram o pão por ser o símbolo da divisão. “A história do pão é muito relacionada ao momento de compartilhar e nada melhor do que o pão para simbolizar nossa campanha” diz a chef Juliana. Por falar nisso, a Antipasti tem vários tipos de pão italiano, todos feitos artesanalmente, como Pugliese (R$ 4,50), Ciabata (R$ 4,50), Focaccia com alecrim (1200 g, R$ 22) e Baguette (R$ 9 a unidade), entre outros.

Boutique Antipasti – Rua Dr. Melo Alves, 301, Jardins, tel. (11) 3081-6309