Casal promove jantares secretos – e eu participei de um deles

Petisco: pão de queijo com açafrão da terra, assado na hora, com queijo canastra na cachaça, manteiga e melaço de cana

Petisco: pão de queijo com açafrão da terra, assado na hora, com queijo canastra na cachaça, manteiga e melaço de cana

Olha só que legal: o chef Gustavo Rigueiral, do catering Chef à Porter, e sua mulher, a jornalista gastronômica Larissa Januário, do site Sem Medida, criaram o projeto Jantar Secreto. Funciona como um supperclub: numa data indeterminada, a dupla recebe 10 convidados, num endereço anônimo, para servir um menu fechado. A data é anunciada nas redes sociais dos realizadores e enviada para o mailing dos cadastrados. O jantar é realizado numa mesa coletiva e os menu muda a cada evento. Semana passada participei de um jantar secreto, junto com a Roberta Malta e a véia Katsuki, e me diverti muito.

 

O principal:  costelinhas de porco assadas e glaceadas, com pamonha de panela e  vinagrete de jiló

O principal: costelinhas de porco assadas e glaceadas, com pamonha de panela e vinagrete de jiló

O esquema é assim: os interessados fazem pelo e-mail (veja endereço no fim do post), informando o número de comensais e suas possíveis restrições gastronômicas. O local do jantar só é revelado horas antes, via mensagem de texto por celular. O preço é R$ 90 por pessoa e inclui petisco, entrada, prato principal e sobremesa. A dupla também por preparar harmonização com vinhos, cervejas, cachaças e drinques, com preço sob consulta.

 

A entrada foi ovos cremosos com um delicioso cuscuz. Sabor de infância!

A entrada foi ovos cremosos com um delicioso cuscuz. Sabor de infância!

Segundo a Larissa, o menu muda a cada jantar porque os pratos são preparados com ingredientes sazonais e frescos. “Por isso, um prato que apareceu em uma edição pode não aparecer na outra.” Taí um jeito diferente e personalizado de jantar com amigos (e até alguns desconhecidos), com comida boa, bem executada, sem destruir seu bolso.

 

A sobremesa: trio de creme brulée nos sabores baunilha de Madagáscar, cumaru e fava de Aridan

A sobremesa: trio de creme brulée nos sabores baunilha de Madagáscar, cumaru e fava de Aridan

 jantares.secretos@gmail.com
, tel. (11) 98279-7513

Sushi pra botar nos pés

"Me veja um combinado simples, por favor?

“Me veja um combinado simples, por favor?”

Você é fã de sushi, daqueles bem desesperados? Essa novidade deve chamar sua atenção. A Tokyo Otaku Mode, uma empresa de Toyama, no Japão, lançou uma linha de meias de sushi. Sim, você compra um par de meias por U$ 5,39 e escolhe o “sabor”. Tem de atum, salmão, ovas, polvo, camarão etc.

Screen Shot 2014-08-13 at 3.13.43 PMAs meias vêm com as estampas do peixe em sua trama, e não apenas impressas. Veja todas aqui.  Eu amei. Mas nem se empolgue muito: por enquanto, o produto está esgotado. #chati

Dica pra jantar rápido e versátil: ovos na cocotte

foto 3Sabe aquela noite em que você não está com saco de cozinhar muito, mas queria comer algo gostosinho e com cara boa? Era eu ontem. A dica? Ovos na cocotte. Super simples, rápido e versátil: você pode usar o que tiver na geladeira ou armário. Não tem cocotte? Qualquer ramequim, pequeno ou médio, serve. O importante é você ser criativo e não ter medo de apostar, nem ter que se preocupar com mil ingredinetes. Vamos lá?

Ovos na cocotte

Screen Shot 2014-08-12 at 11.21.31 AMIngredientes básicos:
Ovos
Azeite ou manteiga
Sal e pimenta

Opcionais:
Creme de leite
Bacon
Parmesão ralado
Crutons ou cubos de pão amanhecido
Presunto
Cogumelos
Cebolas
Ervas picadas
Etc. etc. etc

Modo de preparar:
Unte bem a cocotte (ou ramequim) com azeite de oliva ou manteiga. Se for média, pode colocar dois ovos. Senão, um só já dá. Em uma das cocottes, coloquei bacon picadinho no fundo, dois ovos por cima e temperei com sal e pimenta. Na outra, coloquei dois ovos, uma colher de creme de leite, temperei com sal e pimente e cobri com crutons e parmesão.

foto 2Você pode colocar o que quiser: cogumelos na manteiga, cebolas caramelizadas, presunto e queijo picados, cubos de queijo branco e tomates… O importante é que a cocotte não fique cheia demais, senão os ovos demoram a cozinhar e a geme resseca.
Hora de cozinhar: aqueça o forno a 180o / 200o, coloque as cocottes tampadas (ou ramequins cobertos com papel alumíno) numa assadeira e despeje água fervente até metade da cocotte. Sim, eles cozinham em banho-maria. Leve ao forno por 15 a 20 minutos. Retire e veja se a clara ficou branquinha. Quanto mais tempo, mais cozida fica a gema (eu gosto da minha bem mole, se quiser mais durinha deixe mais. Sirva com torradas ou pão fresquinho.

 

 

Casa francesa promove menu ao redor de vinho argentino

A entrada: rosbife com ovas de salmão (R$ 45)

A entrada: rosbife com ovas de salmão (R$ 45)

Começa hoje no Chef Rouge um novo menu especial do chef Wagner Resende. Trata-se do cardápio Autour du Vin (Em torno do vinho), que, como já entrega o nome, foi elaborado para harmonizar com dois vinhos da Spielmann Estates. A jovem vinícola argentina de Mendoza acaba de participar da Decanter World Wine Awards, importante competição de vinhos em Londres, de onde voltou com dois prêmios: medalha de bronze para o Canal Flores Malbec Reserva (2011) e medalha de prata para o Viñedo 1910 Malbec (2012).

 

Codorna com purê de batatas

Codorna com purê de batatas, primeiro prato do menu

O menu especial será servido até dia 7 de setembro. Alám da entrada acima, tem como primeiro prato a Codorna recheada com purê de batatas (R$ 75), harmonizada com o Canal Flores, e o Javali com tutano e favas verdes(R$ 98), servido com o Viñedo 1910. Os vinhos também serão oferecidos em garrafa: Canal Flores por R$ 140, e Viñedo 1910 Malbec por R$ 280.

Javali com tutano e favas verdes, fechando o menu

Javali com tutano e favas verdes, fechando o menu

Chef Rouge – Rua Bela Cintra 2238, Jardins, tel. (11) 3081-7539, www.chefrouge.com.br

Festival de cheesecake traz versão até de acerola

Screen Shot 2014-08-08 at 5.32.07 PMAdeus, dieta. O P.J. Clarke’s promove, até 7 de setembro, mais um festival de cheesecakes. Dessa vez, são três versões da torta, além da tradicional da casa, coberta col calda de frutas vermelhas (e, pra mim, a melhor da cidade). Dessa vez há cheesecake de Baileys com doce de leite, de chocolate amargo com caramelo e amêndoas e de acerola com castanha de caju. Cada pedaço sai R$ 19, mas quem quiser provar os três pode pedir a porção de degustação, com fatias menores, por R$ 25. Foi o que fiz – e meu preferido foi o de acerola! Como eu disse, essas versões só estarão disponíveis até 7 de setembro, nas duas unidades da lanchonete.

P.J. Clarke’s – Rua Oscar Freire, 497, Jardins,, tel. (11) 2579-2765, e Rua Dr. Mario Ferraz, 568, Itaim Bibi, tel. (11) 3078-2965, www.pjclarkes.com.br

Tá Broa… e tá gostosa!

broaHoje, ao chegar à agência, um mimo me esperava: um saco com broas, cortesia do colega de profissão Rafael Farias Teixeira. Apaixonado por broas, o jornalista se juntou a outro fã da guloseima, o designer João Koepke, e abriram o Tá Broa. Os meninos não perderam tempo: o serviço já tem sete sabores, da tradicional broa caxambu (à base de fubá), até chocolate e goiabada. Cada uma tem sua particularidade:  a salgada, de parmesão e tomate, vai com orégano, em vez de erva doce; já a de limão leva creme de leite e leite condensado no lugar do leite. #pense
Provei três enquanto tomava meu café e adorei: massa molhadinha, cremosa na boca, com sabores bem definidos (a de paçoca é incrível). Funciona assim: você pede pelo email contatotabroa@gmail.com  no mínimo com um dia de antecedência, pra que chegue fresquinha. Os preços vão de R$ 10 (15 broas, num só sabor) a R$ 60 (120 broas até quatro sabores). E eles entregam em casa (de R$ 5 a R$ 10 de taxa, dependendo do local).

Antiquarius volta a SP com pratos portugueses em ambiente mais leve

Bacalhau com polvo e aspargos, do novo Antiquarius

Bacalhau com polvo e aspargos, do novo Antiquarius

Uma das casas mais tradicionais do cenário gastronômico de SP acaba de reabrir. Trata-se do lendário Antiquarius, restaurante português inaugurado em 1977 no Rio de Janeiro (onde continua, firme e forte), cuja filial paulistana funcionou de 1990 a 2012 nos Jardins (e há também uma filial em Brasília). A nova versão da casa, agora chamada Antiquarius Grill, está sob o comando dos sócios Antonio Perico (da família fundadora do Antiquarius) e Walter Benvenuti e fica na mesma Alameda Lorena, porém em outro número. O menu? Clássicos portugueses, claro, como o cremosíssimo e aromático arroz de pato (R$ 85). Também tem espaço para criações inspiradas, caso desse bacalhau com polvo (R$ 89): a posta do pescado, com crosta de vôngoles e alho, vem acompanhada do molusco bem macio e aspargos.

 

couvertA cozinha, comandada pelo chef Lucivaldo Andrade, que trabalhou do Antiquarius de São Paulo por 17 anos. E no novo Antiquarius ele não decepciona. Começando pelo famoso couvert (R$ 23) continua intenso: bolinhos de bacalhau, croquetes de carne, rissoles e queijo derretido, feito com coalho português por uma cooperativa da cidade de Macuco (RJ).

 

bacalhau do abadeOutro clássico da casa: bacalhau do abade (R$ 67), com o pescado cozido em leite, desfiado e preparado com creme de leite, cenoura e cebola – e gratinado com parmesão. Calorias que valem a pena ingerir.

 

camaroesUma boa sugestão de entrada é o camarão à Zico (R$ 49), em homenagem ao jogador do Flamengo: uma panelinha bem quente, cheia de camarões salteados com pimentões vermelhos e azeite temperado.

 

carpacio bacalhauOutra entrada, esta mais leve: carpaccio de bacalhau (R$ 45), fatias bem finas do pescado, temperadas e cobertas com lascas de queijo parmesão.

 

docesNo setor de sobremesas, o destaque obviamente, vai para os famosos doces conventuais, feitos com gemas de ovos e muito açúcar, como esse toucinho do céu (R$ 23).

 

strogo doceHá uma curiosa variedade, que faz sucesso na matriz carioca mas aqui ainda terá de batalhar para virar hit: strogonoff de nozes (R$ 23), um creme intenso, bem menos doce do que seus companheiros de menu, com nozes picadas. Um interessante choque de texturas, mas ainda sou mais uma boa siricaia ou uma potente encharcada de ovos.

 

tomateO novo salão, com 72 lugares, tem projeto do arquiteto João Mansur, que criou um ambiente com muita iluminação natural, graças à fachada de pé direito duplo com vidraça para a rua. A cor laranja, marca registrada da casa, este presente em alguns detalhes, em meio aos sofás de couro marrom escuro e quadros do acervo da família Perico. E no andar superior, há a adega e uma varanda envidraçada com teto retrátil. Um ambiente, claro, elegante, que respira bem

Em tempo: a carta de vinhos tem 260 rótulos (60% portugueses) e é assinada pelo sommelier Ernesto Arahata (ex-Piselli e Brasserie des Arts), com algumas boas opções de dois dígitos.

Antiquarius Grill – Al. Lorena, 1040, Jardins, tel. (11) 2638-0938, www.antiquariusgrill.com.br

Balada promove festa com jantar à luz de velas

Fernando Autran, um dos sócios da Casa 92 e DJ da Terça Cult

Fernando Autran, um dos sócios da Casa 92 e DJ da Terça Cult

Quem disse que gastronomia não combina com balada? Amanhã, dia 5, a produtora Nelba Cardoso promove a primeira Terça Cult na Casa 92, projeto que une arte, música, moda e gastronomia. Esta última estará a cargo do chef Cássio Machado, do restaurante Rex: ele criou um menu especial para a festa que em como entrada creme de mandioca, seguido do prato principal papelote de robalo com camarões, tomates frescos e ervas, acompanhado de farofa de banana, e de sobremesa, torta de maçã com calda de gengibre. O jantar será servido em mesas à luz de velas na Pracinha da Casa 92 e custa R$ 79 por pessoa. A festa ainda terá pocket show da Patrícia Coelho e sua banda, exibição de trailers da produtora Heist Films Entertainment, e set list dos DJs Fernando Autran, Ida Feldman e Taty Takasse. Detalhe: a entrada é franca. A Terça Cult rola dia 5 de agosto, das 21h às 2h na Casa 92 – aliás, estive lá uma vez, adorei o ambiente e contei tudo aqui.

Casa 92 - Rua Cristovão Gonçalves, 92, Pinheiros, tel. (11) 3032-0371, casa92.blogspot.com.br

Casa charmosa serve um dos melhores croissants de SP

 

Bolo de banana com doce de leite logo de manhã: pode?

Bolo de banana com doce de leite logo de manhã: pode?

Hoje tomei o que um amigo chama de “café da manhã dos campeões”. Leia-se, comi à beça – e comi bem. Fui conhecer a Santo Pão, boulangerie que abriu nos Jardins em março e que funciona todos os dias das 7h às 21h (inclusive aos domingos). Sim, há demanda pra toda essa oferta: o simpático espaço, dividido entre terraço e um aconchegante salão, serve uma interessante variedade de pães com fermentação natural, tapiocas, ovos em vários preparos, sucos (inclusive detox), pequenas refeições (saladas com quiches, focaccias e sanduíches) e doces tentadores. Como esse bolo de banana recheado com doce de leite (R$ 6 a fatia, R$ 60 o bolo inteiro).

 

Ovo cremoso mexido com cream cheese e eras (R$ 12)

Ovo cremoso mexido com cream cheese e eras (R$ 12)

A Santo Pão, na verdade, existe desde 2009, quando o padeiro Pedro Calvo e sua mulher abriram a casa no Alto da Lapa. Mas em 2013, resolveram fechar para o público, continuar atendendo encomendas e procurar um ponto com mais movimento. Assim surgiu a nova casa, que tem mais sócios e também fornece pães para seu vizinho, o badalado Bagatelle. Aproveitei a manhã de sol de hoje, sentei numas das cadeiras de ferro do charmoso terraço e mandei ver!

 

sucoComecei com excelente croissant (R$ 5), com manteiga (R$ 2) e geleia artesanal de maracujá (R$ 3). Grande, gordinho, extremamente crocante e saboroso, esse é certamente um dos 5 melhores croissants da cidade. Pra não ficar tão feio o pecado da gula, pedi um suco detox Vogue (R$ 12), com abacaxi, couve, suco de limão batido com capim santo, pedaços de gengibre, mel e morango.

chapa2Para os tradicionalistas, tem pão com manteiga na chapa (R$ 4) e um cremosíssimo pão com requeijão na chapa (R$ 7). Mas eu apostaria também na cestinha de pães variados (R$ 7), como os de azeitona, de nozes e multigrãos. Escolha uma das tapiocas (de R$ 10 a R$ 13), que são grandes e têm diversos recheios.

foccciaComo eu disse antes, o local tem sanduíches como croque monsieur e croque madame (R$ 21), mortadela e brie na focaccia (R$ 23) e milanesa de frango com mussarela de búfala (R$ 23), todos acompanhados de salada de batata doce com mostarda dijon ou chips de batata. Outra pedida é a focaccia bem recheada, como esta da foto, de tomatinho, pesto de rúcula e mussarela de búfala (R$ 6 o pedaço ou R$ 60/kg).

croissantA casa ainda não tem brunch aos finais de semana, mas já estuda a operação. Se quiser, o cliente pode optar por combos de café da manhã, em qualquer dia, como o Petite (R$ 20), com fruta, suco natural, croissant, manteiga, geleia, café; ou o Moyenne (R$ 30), com fruta, suco, cesta de pães variados, manteiga, geleia, 2 fatias de frios, 2 fatias de queijos, bolo ou brioche au chocolate e café. Seja como for, peça sempre um croissant a mais (apaixonei, né?)

Santo Pão – Rua Padre João Manuel, 968, Jardins, tel. (11) 2309-5594, http://www.santopao.com.br

 

Última chance de conhecer a cozinha de Lourdes Hernández

Hugo Delgado, do Obá, e a cocinera Lourdes Hernández, que volta para o México

Hugo Delgado, do Obá, e a cocinera Lourdes Hernández, que volta para o México

A cocinera mexicana Lourdes Hernández vai embora do Brasil, onde mora há 13 anos. Volta pro México em setembro. Se você pensou “e daí?”, provavelmente nunca comeu a comida de Lourdes. Nem participou de um dos excelentes jantares que ela e o marido, o artista plástico Felipe Ehrenberg, promoviam em sua casa, na Rua dos Cariris, em Pinheiros. Eventos com comida mexicana autêntica, apenas com amigos ou amigos de amigos, em mesas comunitárias, naquele ambiente multicolorido. Uma experiência inesquecível – fui algumas vezes e numa delas cheguei a me apaixonar por alguém que estava na minha mesa, veja só! (não, não deu em nada.)

O festival tem María Sangrienta, bloody mary à mexicana, e 30 rótulos de tequila

O festival tem María Sangrienta, bloody mary à mexicana, além de outros drinques e mais de 30 rótulos de tequila

Bem, Lourdes se vai e está rolando uma série de despedidas pela cidade. Como esse festival Semana de la Gastronomia Mexicana y del Tequila do Obá, que vai até dia 3 de agosto, e tem menu com 18 pratos, baseadas no receituário popular mexicano. Como o Alambre en cubos (R$ 55), espeto de bife ancho, bacon e vegetais grelhado, acompanhado de arroz cremoso com queijo, chile poblano e grãos de milho, ou a Sincronizada con mole (R$ 24), uma quesadilla dupla, de tortilla de trigo, cortada em quatro e recheada de queijo e presunto, servida com mole caseiro, molho a base de chiles, especiarias, nozes e frutos secos Curioso? Hoje rola um jantar-degustação, com 12 receitas, bebidas e drinques pelo valor de R$ 180 por pessoa ou R$ 150 sem bebidas. E para quem gosta de tequila, o festival oferece mais de 30 rótulos de tequila e drinques típicos, como a María Sangrienta, bloody mary à mexicana preparado com clamato, sangrita e temperos, e a Margarita tradicional, servida também em versões de melancia e abacaxi.

Perito caliente, a versão mais picante  de Lourdes para o cachorro-quente

Perrito rabioso, a versão mais picante de Lourdes para o cachorro-quente mexicano

E se você quiser se despedir da Lourdes Hernández de um modo mais informal, amanhã, dia 31 de julho, rola um Obá na Calçada, organizado pelo restauranter Hugo Delgado. Das 18h às 21h, Lourdes servirá o perrito rabioso, cachorro quente bem picante, com picles de jalapeño e salsa de chile de árbol assado. Para aplacar a ardência, drinques como margarita, margarita frozen e micheladas. Um adeus simpático e atrevido da grande dama da culinária mexicana no Brasil.

Obá Rua Dr. Melo Alves, 205, Jardins, tel. (11) 3086-4774, www.obarestaurante.com.br