Restô 607: comida inspirada em um ambiente colorido

Assim comemorei o aniversário de SP: comendo: camarões empanados no coco

Assim comemorei o aniversário de SP: comendo camarões empanados no coco

São Paulo fez aniversário e fui “comemorar” almoçando no novo Restô 607. O pequeno restaurante (40 lugares) fica no Guest 607, uma espécie de hostel butique muito fofo e colorido em Pinheiros, com decór incrível, tudo coisa da cabeça da proprietária, Cassia Saldanha. No comando da cozinha está Gustavo Rodrigues, chef paulistano recém-chegado de Belém do Pará, onde passou dois anos trabalhando com os irmãos Castanho nos Remansosdo Bosque e do Peixe. Cardápio enxuto, com ênfase nas entradas e petiscos. O lugar é ótimo para a happy hour, com uma boa carta de drinques (que teve consultoria de Rafael Pizanti, chef de bar do Copacabana Palace) e espaço charmoso. Aliás, gostei muito dos camarões empanados no coco (R$ 23), acompanhados de maionese de alho e ervas. Vamos aos pratos? Continuar lendo

Anúncios

Dica ‘vai, gordinho!” do dia

milkb250 tons de calorias! Dando um tempo no meu Projeto Verão 2017 (porque pra 2013 já não deu tempo), fui ontem ao The Fifities da Alameda Santos conhecer o Festival de Milk Shakes. Além dos 11 sabores do cardápio, a rede de lanchonetes lançou oito opções para a temporada de engorda de milk shakes, que vai até 23 de fevereiro. O melhor, pra mim, é o de floresta negra, bem espesso, com várias cerejas mergulhadas no chocolate super cremoso. Ai ai ai… Outra boa pedida, pra quem curte coisas bem doces, é o de chocolate branco: parece um barra batida e gelada. Quer algo mais “fresco”? Vá de iogurte com frutas vermelhas. Tem ainda capuccino, crocante Fifties, doce de leite, merengue de morango e paçoca. Cada milk shake custa R$ 15,90 (copo de 350 ml) e R$ 20,50 (caneca de 700 ml). Claro que o balofinho aqui ainda comeu hambúrguer e fritas.
É… melhor eu adiar o Projeto Verão pra 2020.

The Fifties – Al. Santos, 1.015, Jardins, tel. (11) 3266-4278, e mais 20 endereços no Brasil, www.thefifties.com.br

Abram alas para o cuscuz de Iemanjá

Cuscuz Maré Cheia: a receita está abaixo!

O cuscuz Maré Cheia: a receita está abaixo!

Momento Canto da Sereia no blog. Calma, ninguém levou tiro! É que no próximo sábado, 2 de fevereiro, comemora-se o dia de Iemanjá, orixá que regerá todo o ano de 2013. Para festejar a data, o chef Carlos Ribeiro, do restaurante Na Cozinha, recebe dia 1º e dia 2 a cozinheira paulistana Dona Margarida Soares para realizar o Menu Maré Cheia para Iemanjá – no almoço e no jantar. Olha só que maravilha de cardápio. Na entrada, Buchichos de Oloxun (R$ 18,50), minicuscuz com sardinhas e camarões acompanhado de salada de folhas verdes e molho lambão. Nos principais, você pode optar entre Segredo de Dandalunda (R$ 99,40 para duas pessoas ou R$ 59,60, individual), uma moqueca de peixe e camarões, leite de coco, com pirão e arroz branco; ou o Mistério das Àguas Claras (R$ 39,80), posta de peixe assado na folha de bananeira, temperado com camarão seco e cebola, acompanhado de arroz com perfume de laranja e batata doce em fatias. Sobremesa? Ojò Iyá – Olhos de Mãe (R$ 14,90), manjar de coco com calda de ameixas. Já fiquei aguado aqui! Ah, consegui a receita do cuscuz da dona Margarida, que está abaixo. Vem! Continuar lendo

Nhoque animal no Per Paolo

Del capo, do Per Paolo: cada nhoque pedido dia 29 de janeiro reverte R$ 5 para o Projeto SalvaCão

Del capo, do Per Paolo: cada nhoque pedido dia 29 gera R$ 5 para o Projeto SalvaCão

Enquanto uns arrancam dente de cachorro a machadada (um absurdo, mesmo que seja “brincadeira”), outros se desdobram pra cuidar de bichos que ainda não tiveram a sorte de encontrar uma família que os adote. É o caso do Projeto SalvaCão, ONG formada por um grupo de amigos que ajudar os animais de rua ou em situações de maus-tratos e violência. Desde que surgiu, em março de 2011, a SalvaCão já resgatou mais de 40 cães, que até serem adotados ficam hospedados em locais com área de lazer, fazem exercícios e têm acompanhamento veterinário. Como dependem de doações, qualquer ajuda é bem-vinda. Como essa iniciativa do restaurante Per Paolo: quem for em uma das unidades da casa no próximo 29 de janeiro e pedir uma das quatro versões do nhoque da fortuna estará ajudando a ONG, já que a cada prato pedido, R$ 5 reais serão revertidos diretamente à causa.

São três versões de nhoque de batata: formaggio e carne (com creme de emmenthal e tiras de filé mignon, R$ 41); al pomodoro (com cubos de tomate, manjericão e queijo brie, R$ 39); del capo (com ragu de fraldinha e fonduta de emmenthal R$ 40). A quarta, o manioca, é de nhoque de mandioca e mandioquinha com ragu de calabresa (R$ 38). O Per Paolo é comandado pelo chef Carlos Bertolazzi, ele próprio defensor das causas animais, e pelo empresário Paulo Baroni, idealizador da marca. Bora comer um bom nhoque e ajudar os cãezinhos?

Per Paolo Perdizes – Rua Cardoso de Almeida, 1021/1049, tel: (11) 2337-0667
Per Paolo Pinheiros – Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 2282, tel: (11) 3021-7766
Per Paolo Vila Mariana – Rua Rio Grande, 380, tel: (11) 2367-1230, www.perpaolo.com

Hamburgueria serve tudo feito no vapor

Druxelle: hambúrguer feito no vapor, com cogumelos sautée e queijo cremoso

Druxelle: hambúrguer feito no vapor, com cogumelos sautée e queijo cremoso, servido em pão de brioche

Estou novamente numa vibe búrguer (Jesus, salve minha alma, porque o corpo já entreguei ao teu Pai…). Preparam-se, portanto, para mais posts sobre lanchonetes ainda inéditas pra mim. Ontem, por exemplo, fui conhecer a Vapor Burger & Beer, aberta há dois meses na Vila Madalena. Como o nome diz, tudo ali é preparado no vapor. Isso mesmo: os hambúrgueres (e acompanhamentos) não são fritos, nem grelhados, tampouco chapeados, mas feitos no vapor. A ideia veio de uma viagem de um dos sócios, Igor Puga, a Connecticut, nos EUA, onde o método é utilizado desde a década de 1920. Já o “beer” do nome da casa se refere aos 20 rótulos de cerveja (metade importados) que há no menu – onde há sugestões de harmonização com os sanduíches. E o que achei disso? Continuar lendo

Bem-casados de verão: tem até de maracujá

casado01Eu já havia falado da doceria Fina Nata aqui, lembra? Então, a casa especializada em bem-casados (são 10 versões do doce!) acaba de lançar mais dois sabores para o verão – tudo bem que esse verão anda meio bambo, mas acredito que ainda haverá muito calor pela frente. Enfim, os novos sabores são maracujá e coco com Malibu (aquele rum de coco docinho docinho, que adolescente adora beber pra encher a cara e depois se sente no filme O Impossível de tanta ressaca). Não sou muito fã de maracujá, mas gostei do gosto azedinho que a fruta deu à receita, tradicionalmente muito doce. Porém, gostei muito mais do outro sabor: o toque de rum, mesclado ao creme de coco (com alguns fiapos da fruta), realça a maciez do bolinho. Delícia. Cada um custa R$ 4,70 e você ainda tem outros oito sabores para se divertir, como capim santo, baba de moça com geleia de damasco ou o tradicional mesmo.
Vou guardar um pra acompanhar uma taça de espumante um cafezinho mais tarde (não em patrulhem!)

Fina Nata – Al. Tietê, 43, loja 2, Jardins, tel. (11) 3061-1605, www.finanata.com.br

Há algo de errado no Olimpo

Pescada com crosta de figo seco e purê de batatas, com muito, muito azeite mesmo

Pescada com crosta de figo seco e purê de batatas, com muito, muito azeite mesmo

Assim que eu soube da abertura do Myk marquei um jantar ali com um amigo. Gosto muito do ponto (onde ficava o Pasta & Vino, fechado de vez, Deus o tenha) e acho louvável quando uma casa foca em uma culinária menos óbvia na cidade – no caso, a grega. Mas a experiência de comer no Myk foi menos empolgante do que a ideia. A casa realmente acabara de abrir – ainda cheirava cal na noite em que visitei. O ambiente tem pegada de “balada”, com música eletrônica, um belo bar e clientela “descolada”. A comida, infelizmente, não segue essa toada toda “up”. Continuar lendo

Na nova Ici Brasserie, vale quebrar todas as dietas

ici07aOntem malhei cedo, corri e almocei bem pouquinho (mesmo!). Por quê? À noite ia conhecer o novo Ici Brasserie e imaginei que fosse comer bem (e muito), então controlei o demônio da Tasmânia que habita meu estômago e esperei pelo melhor. E o que encontrei no Ici? Exatamente isso, o melhor. A nova casa, instalada no também recém-aberto shopping JK Iguatemi, é uma união entre os donos do Ici Bistrô (Renato Ades e o chef Benny Novak) com os sócios do Astor (do grupo Companhia Tradicional de Comércio, responsável ainda pela pizzaria Bráz, os bares Original, Pirajá a Lanchonete da Cidade, entre outros). Ou seja, recupera a ideia original de uma brasserie (pequenas cervejarias onde são servidas refeições rápidas), com menu enxuto, de clássicos franceses e uma boa carta de cervejas – há até uma com o nome da casa, a Ici 01, Elaborada pela cervejaria Colorado. O novo Ici é, com certeza, uma ótima razão pra mandar a dieta às favas e abraçar o hedonismo culinário sem culpa. Como o schnitzel de vitela  (numa milanesa crocante, dourada) com agrião e salada de batatas (R$ 53, na foto),  que fez o meu quase jejum do dia finalmente valer a pena. Veja abaixo (e salive muito) os outros pratos que passaram pela minha mesa e voltaram limpinhos pra cozinha do restaurante. Continuar lendo

Receitas pra um jantar em menos de 30 minutos

jantar01bxChega de folga! Voltamos aos trabalhos – e eu já me coloquei na cozinha pra acabar com a moleza de uma vez. Cismei de fazer um jantarzinho especial na sexta e no sábado e ao mesmo tempo testar um produto que havia ganhado, o cuscuz marroquino (R$ 9,60) da marca francesa Tipiak. A Aurora Foods está trazendo o produto pro Brasil em dois sabores, limão e menta ou tomate e ervas de Provence. Fiz os dois e é ridículo de fácil: adicione água fervente, tampe por 5 ou 8 minutos e depois mexa com um garfo. Eu ainda adicionei nozes picadas, uvas passas e lascas de amêndoas, pra dar aquela enriquecida. Ambos são gostosos, bem aromáticos, úmidos, mas gostei bem mais do de tomate e ervas de Provence. E a caixinha de 250 g dá pra umas 3 ou 4 pessoas, com acompanhamento. Na sexta fiz um atum vapt-vupt. No sábado, caprichei mais: frango com alecrim ao curry e tomatinhos puxados no azeite e manjericão. Uma coisa assim greco-marroquina-oriental. Tudo fácil pra dedé e rápido: em menos de 30 minutos está pronto. Vamos fazer? Receitas abaixo! Ah, tem até sobremesa, que inventei na hora. Vem comigo! Continuar lendo