Hamburgueria serve tudo feito no vapor

Druxelle: hambúrguer feito no vapor, com cogumelos sautée e queijo cremoso

Druxelle: hambúrguer feito no vapor, com cogumelos sautée e queijo cremoso, servido em pão de brioche

Estou novamente numa vibe búrguer (Jesus, salve minha alma, porque o corpo já entreguei ao teu Pai…). Preparam-se, portanto, para mais posts sobre lanchonetes ainda inéditas pra mim. Ontem, por exemplo, fui conhecer a Vapor Burger & Beer, aberta há dois meses na Vila Madalena. Como o nome diz, tudo ali é preparado no vapor. Isso mesmo: os hambúrgueres (e acompanhamentos) não são fritos, nem grelhados, tampouco chapeados, mas feitos no vapor. A ideia veio de uma viagem de um dos sócios, Igor Puga, a Connecticut, nos EUA, onde o método é utilizado desde a década de 1920. Já o “beer” do nome da casa se refere aos 20 rótulos de cerveja (metade importados) que há no menu – onde há sugestões de harmonização com os sanduíches. E o que achei disso?

Dicona: infusão do dia. A minha tinha chá preto, suco de maçã, xarope de açúcar e manjericão

Dicona: infusão do dia. A minha tinha chá preto, suco de maçã, xarope de açúcar e manjericão

Na verdade, me surpreendi. Claro que a textura da carne preparada no vapor é bem diferente daquela feita com métodos tradicionais e você estranha na primeira mordida. No vapor, a carne bovina perde cerca de 25% de gordura saturada, comparada àquela preparada na chapa. O hambúrguer fica com 15% a menos do sódio de sua composição. Ok, é mais saudável, mas menos suculento que o tradicional. Porém, não é seco como eu imaginava. Apenas diferente. E os ingredientes que compõem o sanduíche conferem mais untuosidade ao conjunto. Como os cogumelos sauteé do Druxelle (R$ 30), servido com queijo cremoso, num pão de brioche, com maionese de cebola à parte. Ainda prefiro o hamburgão tradicional, mas achei essa opção interessante – e menos pé-na-jaca.

O Australiano tem folhas de agrião e um cremosíssimo mix de queijos

O Australiano tem folhas de agrião e um cremosíssimo mix de queijos

Outra combinação muito pedida da casa é o Australiano (R$ 29), com hambúrguer de 180 g, folhas de agrião e um cremosíssimo mix de queijos, servido em pão australiano aquecido e relish de cebola à parte. Há mais duas opções de hambúrgueres de carne bovina, um à base de frango, outro de calabresa apimentada e um búrguer de salmão. Não quer hambúrguer? Tem três opções, como o Hotweiller (R$ 19), hot dog com salsicha frankfurter; uma omelete de vegetais no vapor (R$ 25); e até um prosaico queijo quente no pão de milho e geleia de pimenta (R$ 17).

CalaBalls: mini almôndegas de calabresa com molho chimichurri e agridoce picante

CalaBalls: mini almôndegas de calabresa ao vapor (claro!), com molho chimichurri e agridoce picante

Uma das coisas mais saborosas de lá são as CalaBalls (R$ 17), mini almôndegas de calabresa preparadas no vapor, com molho chimichurri e agridoce picante. Outra entrada bastante pedida são Steamed Potatoes (R$ 14), batatas bolinha sem casca no vapor, com molho de cebola, gorgonzola ou mostarda. Aproveite e dê uma boa olhada no decór da casa, lindo projeto arquitetônico de Phaënna de Athayde que remete a um ambiente industrial. Na lousa, tem o cardápio escrito pelos quadrinistas Fábio Moon e Gabriel Bá.

Bolinho de chocolate com recheio de creme de ovomaltine e sorvete de baunilha: achei meio seco

Bolinho de chocolate com recheio de creme de ovomaltine e sorvete de baunilha: achei meio seco

Nas sobremesas, muitas frutas com sorvete (todos da Diletto), como o Capri (R$ 14): abacaxi com capim santo no vapor e sorvete Diletto de limão siciliano. Eu provei o Petit Vapor (R$ 14), bolinho de chocolate meio amargo, recheado com creme de ovomaltine e sorvete de baunilha. Não gostei muito, aí sim achei a textura meio seca. Gostei mais do Braddock (R$ 23) um milk shake de sorvete de baunilha, vodca, Baileys e negresco, decorado com um Bis.

Braddock: shake de sorvete de baunilha, vodca, Baileys e negresco. Sobremesa Heleninha detect!

Braddock: shake de sorvete de baunilha, vodca, Baileys e negresco. Sobremesa Heleninha detect!

Uma dica: peça a infusão do dia (R$ 7). Ontem era de chá preto, suco de maçã, xarope de açúcar e manjericão. Super refrescante e saborosa. Na hora de comer, aceite a sugestão de cerveja para harmonizar com seu sanduíche. No meu caso, a maravilhosa Rogue Hazelnut Brown Nectar (R$ 18), uma americana encorpada, com um bom toque de avelã, que desceu muito bem tanto com os cogumelos do hambúrguer quanto com o bolinho de chocolate.

E vamos pra academia que não tá fácil pra ninguém!

Vapor Burger & Beer – Rua Fradique Coutinho, 1464, Vila Madalena, tel. (11) 3811-9718, www.vaporburger.com.br

Anúncios

Uma resposta em “Hamburgueria serve tudo feito no vapor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s