Receita de Moçambique é uma das novidades da Tasca

Bacalhau empanado com molho de laranja e amêndoas.

Bacalhau empanado com molho de laranja e amêndoas, novo prato da casa de Vítor Sobral

Nem só de bacalhau vive um restaurante português – a variedade da culinária lusitana é rica e inclui muitas receitas à base de porco e aves (como o maravilhoso arroz de pato). Mas bastou eu dizer que ia provar novos pratos na Tasca da Esquina, quinta-feira passada, que quase todos meu colegas de agência já me viram enchendo a pança de bacalhau. Pois bem, em homenagem a eles, começo falando das novidades postando uma foto de… bacalhau! Brincadeiras à parte, eu amo pratos feitos com esse pescado, e essa novidade preparada pelo chef Vítor Sobral é tão bom que merece abrir o texto: bacalhau empanado com creme de laranja (R$ 89), acelga e lascas de amêndoa. As postas altas e suculentas contrastam com a crocância da fritura e a cremosidade do molho. Sim, o bacalhau superou expectativas.

Caril de camarão com especiarias, receite de Moçambique.

Caril de camarão com especiarias, receite de Moçambique.

Porém, a estrela da noite foi outro cidadão das águas, o camarão. O prato é o caril de camarão (R$ 84) , uma receita típica de Moçambique e uma das coisas mais saborosas que comi esse ano. Caril é o bom e velho curry, com um toque mais fresco, vários legumes e acompanhado de um inspirado arroz de castanha do pará e abobrinha. Comi, repeti e volto à Tasca só pra comer isso.

Joelho de porco com migas soltas e couve-manteiga

Joelho de porco com migas soltas e couve-manteiga

Vamos pra terra firme? A dica é o joelho de porco (R$ 70), com a pele pururucada, servido com migas soltas (espécie de farofinha de pão, alho, cebola e azeite) e couve manteiga bem tenra. Parece pesado, mas é um prato muito equilibrado e um primor de sabor. Aliás, são cinco pratos novos no menu, mas “só” comi esses três.

Pastelzinho de alheira e pastel de bacalhau.

Pastelzinho de alheira e pastel de bacalhau.

Ah, você pode começar o repasto (adoro essa palavra; sou um velho, eu sei) com uma porção de pastel do dia (R$ 21, quatro unidades). Na noite em que jantei lá, era pastel de alheira, olha só que amor. Os bolinhos de bacalhau pedi à parte por motivos de… eu amo (até que o povo da firma não estava tão errado assim, né?)

Uma parte da tábua de doces portugueses que veio de sobremesa.

Uma parte da tábua de doces portugueses que veio de sobremesa.

E jantar português pra mim tem de fechar com sobremesa bem doce. No caso, pedimos uma tábua de degustação (R$ 26), que vem com quatro itens, entre eles o imperdível pudim Abade de Priscos, que leva até toucinho na receita e é servido aqui com um creme de abacaxi, equilibrando a doçura. Na foto, está ao fundo – na frente está o toucinho do céu, doce à base de gemas, amêndoas e açúcar, servido com sorvete de caipirinha de maracujá. Quase um insulto de tão bom.

Porto Tônica de limão e de maracujá.

Porto Tônica de limão e de maracujá.

Ah, outra novidade na Tasca da Esquina: o Porto Tônica, drinque português com vinho do Porto branco, água tônica, gelo e limão siciliano. Aqui, além dessa receita tradicional, a refrescante bebida aparece em duas versões: com limão siciliano, suco de limão cravo, cravo-da-Índia e anis estrelado; e a que mistura maracujá, cardamomo e alecrim (todas, R$ 26)

Tasca da Esquina Alameda Itu, 225, Jardins, tel. (11) 3262-0033, www.tascadaesquina.com.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s