Momento Masterchef: receita fácil da pastilla marocaine

Screen Shot 2015-09-11 at 5.51.33 PMTodo mundo gosta do Masterchef Brasil, não é? Pois então, eu não sou exceção e adoro o programa – e também fiquei #xatiado que a Jiang saiu! Enfim, em um dos episódios nossa chinesa favorita preparou uma pastilla marroquina (ok, ela perdeu a prova pra Izabel, que fez o mesmo e teve melhores resultados). Fiquei muito a fim de reproduzir a receita, até que meu amigo Rodrigo Cantarelli (um pernambucano que ama testar pratos) me veio com essa versão com carne moída, mais “adaptada” – em geral, a pastilla é recheada com cordeiro, frango ou pombo (!). Você pode usar essas carnes também, apenas ajuste os temperos para o frango. O que importa é: a execução é simples, o resultado é delicioso, fica um cheirinho delicioso pela casa e você ainda paga de masterchef pros amigos. Bora fazer?

Screen Shot 2015-09-11 at 5.51.18 PMPastilla Marocaine

Ingredientes:
450 g de patinho moído
1 cebola grande bem picada
2 dentes de alho finamente picado
4 colheres de sopa de óleo
1/2 xícara de passas brancas
1/2 xícara de amêndoas
1/2 xícara de pistaches
1/2 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de semente de cominho
5 ou 7 cravos da índia
3 anis estrelados
1 colher de chá (bem cheia) de pimenta síria moída
1 boa pitada de noz moscada
8 folhas de massa filo (comprei pronta, da Arosa, no supermercado)
150 g de manteiga clarificada derretida (pode ser a normal também)
1 colher de chá de açúcar refinado ou mascavo
Sal e pimenta do reino a gosto
1 colher de sopa de amêndoas laminadas (para decorar)
1 colher de sopa de açúcar refinado (para polvilhar)

Modo de preparo:
Refogue a cebola no óleo, depois acrescente o alho, a carne e deixe refogando mais.
Pique grosseiramente as amêndoas e os pistaches (estes sem a casca externa e sem a casquinha interna). Torre rapidamente estes frutos secos numa frigideira sem óleo, junto com o anis e os cravos, apenas o suficiente para soltar o sabor e o aroma. Um pouco antes de tirar, junte o cominho (se colocar junto ele pode queimar mais rapidamente e amargar).
Adicione tudo à carne e junte a canela, o açúcar, as passas e a pimenta síria. Tempere com sal e pimenta e deixe tudo refogando até fica bem sequinho.
É hora de montar a torta. Pegue uma forma redonda, de uns 23 cm de diâmetro, e unte com manteiga. Coloque as folhas de massa filo, pincelando a manteiga derretida uma a uma, no fundo da forma, deixando a sobra pra fora da borda. Use seis folhas para criar o fundo e as beiras.
Coloque ali todo o recheio, mas antes lembre de “pescar” o anis estrelado e os cravos. Dê uma alisada com a colher e cubra com as outras duas folhas de massa filo (sempre pinceladas com manteiga derretida!). Feche a torta com as sobras de massa que estavam pra fora da borda e coloque as amêndoas laminadas por cima.
Leve ao forno pré-aquecido entre 180ºC e 200ºC e deixe assar até a massa ficar dourada. Tire do forno, desenfome com cuidado (por sem muito fina e crocante, a massa fica mais quebradiça) e salpique com o açúcar refinado (se quiser, salpique também com um pouco de canela). Está pronta!

Anúncios

Hambúrguer com sotaque amazônico

Screen Shot 2015-08-20 at 4.55.53 PMFoi só eu postar essa foto ontem no meu Instagram que uma penca de gente veio me perguntar “Onde? Como? Quando?”. Pois é, amigos, a coisa é boa, mas vai durar pouco. Começou hoje a ser servido no P.J. Clarke’s de São Paulo um menu especial com ingredientes paraeneses – e vai só até sábado, dia 22. Ou seja, corra (na semana que vem terá também, mas nos P.J. do Rio, de 27 a 29). O destaque do cardápio especial é esse incrível Jambúrguer (R$ 45), hambúrguer de carne, jambu refogado, castanhas do Pará caramelizadas (que dão um adocicado e um crocância incríveis ao sanduíche) e queijo do Marajó. E ainda vem com maionese de chicória, pra quem quiser dar mais uma lambuzadinha.

 

Screen Shot 2015-08-20 at 4.56.43 PMO Jambúrguer na verdade existe há mais de 10 anos, criação do chef Artur Bestene, da Circus Hamburgueria, de Bélem, casa premiada na capital paraense. Artuzão, como é conhecido o simpaticíssimo chef, veio para São Paulo trazer seu famoso sandube e criar o menu com o chef Vinicius Rollo, do P.J. Como essa entrada deliciosa, nuggets de pato com barbecue de tucupi preto (R$ 35). Comi uns 3 ou 4, podem me julgar.

 

Screen Shot 2015-08-20 at 4.57.05 PMTem outras duas opções de sanduíche: o patoburguer (R$ 55), hambúrguer de pato com pesto da Amazônia ( azeite, castanha, jambu, chicória e queijo parmesão); e o Madame Sataan (R$ 45), rosbife de filé, pão de açaí e chutney de cupuaçu. Arturzão e Vinícius criaram até um milk shake (R$ 25) pra ocasião, que leva sorvete de creme com cachaça de jambu e cerveja stout de açaí, da Amazon Beer. Os ingredientes típicos da Amazônia (jambu, cupuaçu, tucupi, açaí e castanha do Pará) são fornecidos pela Combu, distribuidora de iguarias amazônicas aqui em São Paulo (aliás, dá pra comprar todas essas coisa diretamente com a Marina Cabral, proprietária da Combu e uma paranaense muito da fofa – veja o endereço abaixo).

 

Screen Shot 2015-08-20 at 4.57.18 PMFechando o menu, tem sobremesa, claro: brownie de açaí com sorvete de tapioca e calda de açaí (R$ 23). Uma explosão de doçura na boca, claro, mas nessas horas quem há de pensar em calorias?

IMG_9410P.J. Clarke’s SP – Rua Dr. Mário Ferraz, 568, Itaim Bibi, tel. (11) 3078-2965, e Rua Oscar Freire, 497, Jardins, tel. (11) 2579-2765
P.J. Clarke’s Rio – Av. General San Martin, 1227, tel. (21) 3547-4704 e Av. das Américas, 4666, Loja 246 AB (Expansão) – Barra da Tijuca, tel. (21) 3325-7889.
Combu – Rua Gama Lobo, 2319, Alto do Ipiranga, tel. (11) 2307 6100 / 7100, www.combu.com.br