Lambe-Lambe serve (boa) comida brasileira com preços amigáveis

Linguiça gostosa e bem acompanhada

Linguiça artesanal, gostosa e bem acompanhada, por R$ 26

Quem acompanhe meu Instagram já viu que tenho toda semana ao Modi, na filial anexa ao shopping Pátio Higienópolis. A véia Katsuki até me perguntou se virei sócio (é muita maldade dessa idosa!). Mas na verdade o que tem me atraído lá, além do ótimo serviço, são os preços – não só dos pratos (em geral bem corretos, como o ótimo fusilli fresco com ragu de calabresa picante, por R$ 26), como das bebidas. Por exemplo, um ótimo negroni preparado com gin Hendrick’s custa R$ 26, valor que não paga nem uma caipirinha em várias casas. O mesmo preço por um dry martini levemente perfumado com limão siciliano, R$ 18,90 por um Aperol Spritz, R$ 21 por um cosmopolitan e por aí vai. Ou seja, vale a pena jantar e/ou beber no Modi. A boa nova é que os sócios acabam de abrir uma nova casa, também em Higienópolis, dessa vez dedicada à culinária brasileira.

Escabeche de sardinha: bonita, mas um pouco ressecada

Escabeche de sardinha: bonita, mas um pouco ressecada

E lá fui eu domingo conhecer o Lambe-Lambe, pra almoçar às 14h30 achando que por causa do feriado encontraria uma casa bem tranquila e meio ociosa. Claro que eu me enganei e o restaurante estava lotado – por sorte eu e minha amiga Roberta Malta conseguimos uma mesa pra dois assim que chegamos, pois acabara de vagar. O ambiente é bem despojado, com uma varanda clara que dá pra calçada e várias mesas bem próximas na parte de dentro. Quando olhei o menu, fiquei feliz em perceber que também ali os preços são amigáveis ao bolso do cliente. Logo nas entradas, exemplo, há itens de um dígito (!), como o escabeche de sardinha com tomate, cebola roxa e pão de alho (R$ 7). Ok, o pescado estava um pouco ressecado, mas a combinação é boa (um peixe mais tenro e com mais azeite farão dessa entrada uma das minhas campeãs).

Coxinhas de "passarinho": se joga na fritura que vale a pena

Coxinhas de “passarinho”: se joga na fritura que vale a pena

Outra entrada que você tem de provar ali são as coxinhas “de passarinho” (R$ 10, três unidades), ou seja, drumetes com massa cremosa, fritas e sequinhas, acompanhadas de uma maionese temperada. Como a Beta não liga pra coxinhas (magra, obviamente), pedimos também rosbife de mignon com salada de batatas (R$ 16), com a carne suculenta e bem macia. Gostei das entradas, mas preciso voltar ali pra provar uma das frigideiras (tem de jiló com linguiça (ou fígado), por R$ 13, e a de ossobuco ou de rabada, por R$ 15) e o ovo mole empanado com purê de mandioquinha e molho de legumes (R$ 13).

Volto em breve, pois tem muito o que provar ainda

Volto em breve, pois tem muito o que provar ainda

Depois de tantas entradas, acabamos pedindo apenas um prato principal – e mais uma vez o bolso ficou feliz: linguiça artesanal grelhada com tostado de legumes e molho de ervas (R$ 26). Ah, todos os principais ali vêm acompanhado de arroz, feijão (ou tutu, como escolhemos) e uma farofa crocante e saborosa. E você pode pedir outra guarnição, por R$ 6, como a fresquinha salada de feijão fradinho ou paçoca de pilão com carne seca. Já planejo voltar à casa e pedir a galinha caipira com quiabo e angu de milho (R$ 33) ou a fraldinha grelhada com ovo caipira e purê de mandioquinha (R$ 33). E de terça a sábado, tem um clássico por dia, como virado à paulista (R$ 28) e feijoada (R$ 35).

Beta preferiu o arroz-doce (à frente) mas atacou minha cocada cremosa

Beta preferiu o arroz-doce (à frente) mas atacou minha cocada cremosa

As sobremesas do Lambe-Lambe são puro comfort food, porções generosas e bem doces de, por exemplo, arroz doce ou cocada cremosa (perfumada, com uma textura pastosa, que lembrava doce de leite), qualquer uma por R$ 11. No domingo, estava em falta a torta de brigadeiro, ou seja, terei de voltar mesmo, né?

Caju amigo: a foto engana, pois o copo e alto e o drinque, generoso

Caju amigo: a foto engana, pois o copo e alto e o drinque, generoso

Ah, outra dica do local: vale a pena investir nos drinques, principalmente o caju amigo (R$ 18) com cachaça, feito com a compota da fruta, que chega num copo alto, generoso. O maior porém da casa é o serviço, que ainda está atrapalhado. Mas como o restaurante acabou de abrir (tem três semanas, se tanto), acredito que isso logo se ajuste (junto com a sardinha!). Fico feliz, isso sim, de poder sair para comer fora em São Paulo, com entrada, prato e sobremesa, e a conta gravitar ao redor dos R$ 60.

Lambe-Lambe – Rua Aracaju, 239, Higienópolis, tel. (11) 3562-3805.

Anúncios

Uma resposta em “Lambe-Lambe serve (boa) comida brasileira com preços amigáveis

  1. Estive num sábado a noite,comi um stinco de leitoa de entrada e uma costela de agulha de prato principal. Excelente comida,mas o atendimento sofrível.Espero melhoras com o decorrer da casa e ajustes necessários. Excelentes preços,sem dúvida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s