O que há de novo no Guia Michelin Rio & São Paulo 2016

Olha quem apareceu na premiação! (não, NÃO sou eu!)

Olha quem apareceu na premiação! (não, NÃO sou eu!) O próprio boneco Michelin!

O Guia Michelin, a prestigiada publicação que avalia e lista os melhores restaurantes e hotéis do mundo, lançou sua 2a edição brasileira sobre Rio de Janeiro e São Paulo em uma festa nos clássicos salões do hotel Copacabana Palace na última quinta-feira, dia 28. Dessa vez, o famoso livro vermelho traz uma seleção de 44 hoteis e 160 restaurantes das duas cidades. Esse ano, o famoso guia vermelho contemplou mais casas com suas famigeradas estrelas – mais o Brasil continua a não ter nenhum restaurante “3 estrelas Michelin”, a maior outorga gastronômica do planeta. A única casa brasileira com 2 estrelas continua sendo o D.O.M., do chef Alex Atala, em São Paulo.

Alex Atala, chef do D.O.M. (2 estrelas) e Dalva e Dito (1 estrela)

Alex Atala, chef do D.O.M. (2 estrelas) e Dalva e Dito (1 estrela)

A capital paulista tem 12 restaurantes com 1 estrela – três a mais que em 2015. São eles o Esquina Mocotó, do chef Rodrigo Oliveira, o Tête à Tête, dos chefs Gabriel Mateuzi e Guilherme Vinha, e meu querido Kan Suke, o pequeno japonês do chef Keisuke Egashira, que eu venho falando pra vocês há mais de um ano (aqui e aqui). No Rio, o mais novo membro do clube 1 estrela Michelin é o excelente Eleven Rio, do chef alemão Joachin Koerper (ao lado do chef Paulo Leite), onde tive a felicidade de jantar na própria quinta-feira. Além deste, os cariocas ainda têm cinco restaurantes com 1 estrela.

Os chefs dos restaurantes estrelados do Rio e de SP

Os chefs dos restaurantes estrelados do Rio e de SP

Outra categoria que cresceu foi a Bib Gourmand, de casas com excelente relação qualidade-preço, com menus completos de até R$ 90. Em SP, são 19 estabelecimentos (cinco estreando nessa lista) e no Rio, 11 (com quatro novos na lista). Abaixo, seguem as listas completas.

Algumas curiosidades:
* Os restaurantes dos três jurados do programa MasterChef Brasil foram classificados como Bib Gourmand, mas nenhum deles compareceu à cerimônia;
* Quase metade (cinco entre 12) dos estabelecimentos 1 estrela em São Paulo são restaurantes japoneses;
* Um mês antes de sair o Guia, um dos restaurantes com 1 estrela do Rio, o Le Pré Catelan, perdeu seu chef, o francês Roland Villard, que comandava a cozinha da casa há 18 anos. Além disso, o estabelecimento está “fechado para obras”.
*Na cerimônia de premiação, uma versão grandona do próprio boneco Michelin é chamado ao palco e fica ali ao lado dos diretores do guia para entregar os prêmios. 🙂

Para quem quiser comprar, a versão impressa do Guia Michelin Rio de Janeiro & São Paulo custa R$ 80. Mas o guia também está acessível no formato digital por meio de um aplicativo grátis, tanto para iOS quanto Android.

capaAS LISTAS:
Rio de Janeiro
Bib Gourmand
Anna (novo)
Artigiano
Entretapas – Botafogo
Entretapas – Jardim Botânico (novo)
Gurumê (novo)
Lima Restô Bar
Miam Miam
Oui Oui
Pomodorino
Restô
Riso Bistrô (novo)

Estrelados
1 estrela
Eleven Rio (novo)
Lasai
Mee
Olympe
Le Pré Catelan
Roberta Sudbrack

São Paulo
Bib Gourmand
Antonietta Empório
Arturito
Le Bife (novo)
Bona (novo)
Brasserie Victória
Casa Santo Antonio
Ecully
Jiquitaia
Manioca (novo)
Marcel
Mimo
Miya
Mocotó
Petí Gastronomia (novo)
Sal Gastronomia
Tartar & Co
Tian
Tordesilhas (novo)
Zena Caffè

Estrelados
2 estrelas
D.O.M.

1 estrela
Attimo
Dalva e Dito
Esquina Mocotó (novo)
Fasano
Huto
Jun Sakamoto
Kan Suke (novo)
Kinoshita
Kosushi
Maní
Téte à Téte (novo)
Tuju

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s