Receita de Pizza de Panetone: será que fica bom?

unnamedEu sei, é um pouco depressivo pensar nisso, mas o Natal está aí. Vários estabelecimentos já estão exibindo decoração natalina e os mercados já vendem panetone, então aceita que dói menos. O que eu não esperava era essa receita bastante inusitada: pizza de penetone. O item foi desenvolvido pelo chef Ronaldo Ayres, criador do CTP- Centro Tecnológico de Desenvolvimento de Pizzas e Massas no Brasil. Será que fica bom? Não sei, mas quem quiser tentar, taí a receita. Ah, a massa de panetone você pode comprar em confeitarias especializadas. E boa sorte na experiência!

Pizza de Panetone
(rende 5 massas de pizza)

Ingredientes
Massa:
1 kg de farinha de trigo
300 g massa de panetone
5 g de fermento biológico seco
50 g açúcar
50 ml de óleo de girassol
690 ml de água gelada

Cobertura de cada pizza:
300 g creme de confeiteiro
1/2 litro de leite
150 g frutas cristalizadas
150 g uvas passas
Cerejas, pêssego e frutas em calda

Modo de preparo:
Em uma batedeira, misture a farinha de trigo com a massa de panetone e o fermento por 1 minuto. Acrescente água gelada e o óleo de girassol e bata por mais 10 minutos. Separe a massa em bolinhas de 350 gramas e coloque em vasilhas untadas com óleo, tampe e deixe descansar por, no mínimo, 30 minutos.
Abra as bolinhas em discos de 35 cm. Pré-asse a massa por aproximadamente 4 minutos em 280°C no forno convencional. Reserve.
Leve ao fogo o leite e o creme de confeiteiro e mexa até engrossar. Acrescente as frutas e cubra a massa com o creme. Leve novamente ao forno por 2 minutos a 280ºC. Decore com frutas em calda.

CTP- Centro Tecnológico de Desenvolvimento de Pizzas e Massas no Brasil – Rua Jaboatão, 127, Casa Verde, tel. (11) 3951-1000

Anúncios

Festival traz famosa pizza do Brooklyn pra SP

Pizza do Roberta's na Bráz: massa deliciosa e recheios fartos

Pizza do Roberta’s na Bráz: massa deliciosa e recheios fartos

Quando estive em Nova York, em 2012, fiquei hospedado na casa de um amigo querido, Edu Graça, em Williamsburg, um aprazível bairro do Brooklyn, famoso por reunir moradores jovens (e muitos, muitos hispters). Na ocasião, Edu (que escreve sobre cinema e política, mas é um voraz caçador de boa comida) me levou a uma pizzaria em Williamsburg que estava fazendo barulho: Roberta’s. A casa, de fachada simples e ambiente despretensioso, estava lotada e esperamos quase 2 horas para comer ali – e meu humor já estava descendo o rio Hudson quando finalmente ganhamos uma mesa. Daí por diante foi só felicidade: comida boa, serviço alegre, música pop bombando e uma das melhores pizzas que comi em Nova York (aliás, nos Estados Unidos).

Sim, hoje o dólar vale o dobro daquele época, a crise bate à nossa porta e uma viagem pro exterior está um pouco distante pra maioria dos brasileiros. A boa notícia é que você pode provar a pizza do Roberta’s aqui mesmo, sem sair do país e pagando em reais. Até dia 31 de outubro, a rede de pizzaria Bráz está promovendo o festival Bráz Fora de Série – Do Brás ao Brooklyn, em que todas suas unidades servirão cinco pizzas criadas pelo chef Carlo Mirarchi e pelo mestre pizzaiolo Anthony Falco, do próprio Roberta’s de Nova York. Aliás, os dois vieram do Brooklyn para lançar o festival no Rio e em SP, e ainda participaram da inauguração na nova unidade da Bráz em Perdizes (um salão lindo, aliás, projeto do arquiteto Vitor Penha).

O mestre pizzaiolo Anthony Falco dá as dicas de como fazer sua pizza pros colegas da Bráz

O mestre pizzaiolo Anthony Falco dá as dicas de como executar sua famosa pizza do Brooklyn para os colegas da nova unidade da Bráz, em Perdizes

Vale a pena? ( ) Sim ( ) É óbvio ou ( ) Com certeza? Agora sério: a massa dos meninos do Brooklyn é algo que todo fã de pizza tem de provar: bordas altas e crocantes, com o centro mais macio e elástico, e sabor equilibrado, mais alinhada com a tradição napolitana. A que mais me agradou foi a Hospedaria dos imigrantes (R$ 79), que traz calabresa em flocos, mussarela fresca e sopressata picante fatiada, finalizada com um doce fio de mel, equilibrando a picância da receita. Aliás, por falar em picância, os adeptos de uma boa pimenta vão gostar da Roberta’s (R$ 79), que leva alho fatiado fino, mussarela fresca, parmesão grana padano, cebola roxa fatiada e uma boa dose de pimenta dedo de moça. Outra boa surpresa é a Mercadão (R$ 79), uma pizza bianca com cogumelos, mussarela fresca, speck, cebola roxa e bastante azeite italiano.

Como eu disse, o festival vai até dia 31 desse mês. O cardápio completo desse Fora de Série oferece também traz o vinho Bella Vista Estate Pinot Noir, da Bueno Wines (R$ 79 garrafa/ R$ 19 a taça), água mineral S. Pellegrinno Vogue Italia Limited Edition (R$ 11,50), tiramisù (R$ 21) e café Illy (R$ 5,30).

Bráz Pizzaria – Rua Piracuama, 155, Perdizes, tel. (11) 2366-9894; Rua Graúna, 125, Moema, tel. (11) 5561-1736;
Rua Vupabussu, 271, Pinheiros, tel. (11) 3037-7975;
Rua Sergipe, 406, Higienópolis, tel. (11) 3214-3337, e demais unidades: www.brazpizzaria.com.br

Novo casarão de pizzas Veridiana abre as portas em Perdizes

foto 2Mas uma pizzaria chega a Perdizes – se continuar assim, o bairro será uma espécie de  novo Bixiga. Enfim, dessa vez é a terceira unidade da pizzaria Veridiana, que ocupa um lindo casarão de 1903 em Higienópolis e outro imóvel nos Jardins. A nova Veridiana também fica num casarão de 700 m2, onde funcionava uma loja de brinquedos. A casa também tem um jardim vertical , marca registrada dos ambientes da pizzaria Veridiana.

 

foto 3E as pizzas? Bem, o menu é o mesmo das outras unidades, inclusive os preços e a ótima qualidade das pizzas. Estive lá na quarta-feira e comi um dos sabores mais incríveis: Cablanca (R$ 69, a grande), com queijo de cabra holandês, mini-aspargos frescos e pinole. Mas não deixe de provar a Della Nonna (R$ 65), com mussarela e fatias de linguiça calabresa artesanal, ou a Pancetta al Mascarpone (R$ 69), com queijo mascarpone, pancetta de origem e pinole. Claro que o gordito aqui não deixou passar em branco uma entrada – ou pão de linguiça (R$ 20) gostoso, molhadinho – nem a sobremesa: matei um tiramisù (R$ 19), pra mim ainda a melhor sobremesa italiana. Enfim, gostei que agora a Veridiana está mais perto de casa – ou seja, a tentação está logo ali do lado.
Veridiana – Rua Turiaçu, 98, Perdizes, tyel. (11) 3862-8111

Eca! China cria pizza de hot dog e tempurá de camarão

WTF?!

A “criação” da pizza Hut chinesa. Me passa um balde!

Ok, eu gosto de junk food, mas isso já é demais. Em sua viagem pela China, o fotojornalista John Lehmann se deparou com essa verdadeira arquitetura da desconstrução: uma pizza de hot dog e tempurá de camarão – com maionese! Tudo junto, ali, numa orgia de sabores, texturas, gorduras e sabe-se lá mais o quê. Detalhe: a invenção é da Pizza Hut chinesa!  Está abismado? Eu também fiquei. Mas dê uma olhada no resto do tumblr do John Lehmann. Tem muita foto linda e interessante da viagem dele pela China. Dá até pra esquecer esse atentado culinário.

Uma pizza mais que perfeita

Perfeição: pizza do Girarrosto, com massa de fermentação natural, é uma das melhores que comi na vida (foto do Tadeu Brunelli)

Sou um apaixonado por pizza. Tipo daqueles que atravessam a cidade pra provar uma redonda só porque disseram que é “a melhor” (e nunca é…), ou daqueles que nutrem orgulho pelas suas “preferidas” (todas de SP, as melhores do mundo, claro!), ou daqueles que acham que pizza, mesmo quando é ruim, é boa. Isso dito, vem a revelação: domingo retrasado comi uma das melhores massas de pizza da minha vida. Sério, a coisa é tão boa que dá vontade de ligar pra mãe lá do restaurante mesmo e contar tudo com detalhes. Trata-se da redonda servida somente aos domingos no Girarrosto. Os recheios são ótimos e deles falo já já. Antes vamos deixar bem claro que a estrela mesmo é a massa: de espessura fina e base firme (mas jamais dura), com bordas gordinhas e crocantes, com o interior macio, leve, saboroso. Em suma, a perfeição em forma de disco. Continuar lendo

Boas opções pra Restaurant Week

Bacalhau à Braz, prato principal na Tasca da Esquina

Tem mais uma edição da SP Restaurant Week rolando, evento que comemora cinco anos (!). Até dia 16 de setembro, cerca de 280 casas oferecem menus fechados que incluem entrada, prato principal e sobremesa por R$ 31,90 (almoço) e R$ 43,90 (jantar) – sem contar bebidas, café, serviço e estacionamento. Como há muitas opções, tem bastante coisa boa – e algumas roubadas. Eu fui no certo: almocei terça na Tasca da Esquina, filial do restaurante em Lisboa de Vitor Sobral. A casa só serve menu de SPRW no almoço. Estava lotada e reparei que todas as mesas pediram o menu do SPRW. Mas me dei muito bem! Além do bacalhau à Braz como prato principal (receita com lascas do peixe misturado com ovos mexidos, batata palha e cebolas picadas). Veja minhas outras opções (e recomendações) abaixo. Continuar lendo

Vamos comemorar o dia da pizza?

Boa pedida: a Quattro Stagioni reúne quatro dos cinco sabores do festival Fora de Série da Braz, com sabores da Sicília

Hoje é o dia mundial da pizza. Bom, pra mim qualquer dia é assim, mas já que temos uma data “oficial”, bora dar três sugestões pra quem quer comemorar comendo uma redonda especial. A primeira dica é a 5ª edição do Festival Fora de Série da rede Braz. Esse ano, a pizzaria traz cinco receitas criadas com ingredientes trazidos da Sicília, terra dos Ferraro! Sim, meu bisavô veio da Catânia pro Brasil e depois de trocentos anos nasceu essa maravilha que vos escreve! Bem, parar de besteira e falar os cinco sabores, todas com molho de tomate San Marzano Il Miracolo di San Gennaro e todas a R$ 75: Cipolla di Giarratana (mussarela, filés de cebola de Giarratana e folhas de tomilho fresco); Caperi di Salina (alcaparras de Salina, filés de aliche italiano, lascas de azeitonas pretas, alho e orégano); Pancetta dei Nebrodi (mussarela, Pancetta di Suino Nero dei Nebrodi e cubos de tomate fresco); Pomodoro di Pachino (mussarela, Pomodoro Ciliegino di Pachino I.G.P. e tiras de manjericão) e a melhor pra mim, Ragusana (queijo Ragusano D.O.P). Dica: peça a Quattro Stagioni, que leva, em um só disco, quatro sabores do Fora de Série 2012 (tirei a de aliche e fui feliz). Quem quiser harmonizar com vinho, os rótulos também vêm da Sicília: Tenuta Regaleali, produzidos pela Tasca d’Almerita (tem tinto, branco e rose, garrafa de R$ 97 a taças de R$ 25). Quer mais dica?

Continuar lendo

Pizza das Meninas: seis chefs por uma (boa) causa

Pizza de queijo de cabra boursin com presunto cru, tomatinhos e rúcula, da Danielle Dahoui (Ruella)

Estão vendo aquele objeto não-identificado voando pelos céus? Então, é a minha dieta! Veja só se dá pra manter o pensamento magro: hoje tem aniversário da pizzaria Primo Basílico. E para comemorar seus 20 anos, chamaram seis chefs premiadas para criar uma entrada e cobertura de pizzas. A Pizza das Meninas vai até dia 5 de julho e terá receitas de Ana Luiza Trajano (Brasil a Gosto), Bel Coelho (Dui), Carla Pernambuco (Carlota e Las Chicas), Danielle Dahoui (Ruella), Janaína Rueda (Bar da Dona Onça) e Paola Carosella (Arturito). Ana criou a entrada (queijo coalho com melaço e pesto de cheiro verde). As redondas novas incluem cobertura de pizzas como queijo de cabra boursin com presunto cru, tomatinhos, manjericão e rúcula (da Danielle), e linguiça artesanal, queijo meia cura e salsinha (da Janaína). Entendeu por que minha dieta foi pro espaço?
Ah, o mais bacana: o lucro das vendas irá pra Associação Gastromotiva, entidade que promove a inclusão social com cursos profissionalizantes de cozinha, salão e empreendedorismo gastronômico. Bora?

Primo Basílico – Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1864, Jd Paulistano, tel. (11) 3082-8027, www.primobasilico.com.br