Drinques “de autor” no novo lounge bar do Le Bilboquet

Mata Hari, um dos drinques mais aromáticos que bebi

Mata Hari, um dos drinques mais aromáticos que bebi

Após quase um ano depois de abrir as portas em São Paulo, o Le Bilboquet – filial do badalado restaurante de Nova York – abriu um novo ambiente para seus clientes. Trata-se do charmoso  lounge bar, localizado no mezanino da casa. Com decoração contemporânea, mesinhas, bancos e sofás, o bar tem uma vista privilegiada do salão e da entrada do restaurante. Ótimo local para aguardar uma das concorridas mesas. Do bar saem drinques criados pelo premiado mixologista Marcelo Vasconcellos, que já chefiou balcões de casas como Buddah Bar, Clos de Tapas e Tutti Italiano.

 

Bramble delicioso

O refrescante Bramble, com gim, licor de cerejas negras e mix de cítricos

Craque das infusões e especialista em receitas mais elaboradas, Vasconcellos elaborou uma carta de drinques interessantes, que vai dos clássicos – como o Bellini com espuma de pêssego – a algumas de suas criações mais inustidas – caso do Black wasabi martini. ou seja, um apple wasabi feito com saquê.
barman_bilboquetEntre os melhores drinques que provei ali, sugiro o Mata Hari (conhaque Hennessy, compota de frutas vermelhas, lavander bitter, óleo de laranja e vermute rosso com infusão de chai), um dos coquetéis mais aromáticos que já topei. Ou o refrescante Bramble, com gim, licor de cerejas negras e mix críticos.

O lounge do Le Bilboquet também serve aperitivos, porque beber sem comer nada pode estragar sua noite. Salud!

Le Bilboquet – Rua Vitório Fasano, 49, Jardins, tel. (11) 2615-1510, www.lebilboquet.com.br

Anúncios

Só em maio: 5 drinques que valem um campeonato

Ketel Cobbler, drinque do Epice

Ketel Cobbler, drinque do Epice

Dia 19 de maio vai rolar a final brasileira do Diageo World Class, um dos maiores campeonatos de coquetelaria do mundo – que ganhar essa etapa vai representar o Brasil na final mundial, em Londres, no final de julho. Dos 10 bartenders finalistas brasileiros, cinco são de São Paulo. O problema é que em geral só os jurados experimentam os drinques maravilhosos que os barmen criam para os campeonatos. A boa nova é que esse ano o público de SP vai poder conhecer esses drinques. Somente em maio, os cinco bares e restaurantes em que eles trabalham vão servir os respectivos coquetéis. Confira quais são abaixo.

 

O Carpe Diem, do Patrick Jardim, do Bar.

O Carpe Diem, do Patrick Jardim, do Bar.

Patrick Jardim, do Bar. – Carpe Diem (R$ 28): vodca Ketel One, mix de especiarias, sour mix especial com limão taiti, água tônica e água de rosas com licor Amaretto

Mateus Cunha, do The Sailor Pub – Chá das Cinco (R$ 28): vodca Ketel One, mix cítrico, vermouth seco com infusão de camomila, xarope de cardamomo e geleia de capim santo

J. Kennedy de Nascimento, do Epice – Ketel Cobbler (R$ 26): vodca Ketel One Citroen, suco de limão siciliano, schrub artesanal de morango, licor Triple Sec e bitter de grapefruit artesanal

Laércio Silva, do La Maison Est Tombeé – Van Koper Fizz (R$ 56, drinque coletivo com 4 porções): vodca Ketel One Citroen, schrub artesanal de goiaba, água gaseificada aromatizada com folha de goiaba, bitter artesanal de lima de pérsia

Jairo Gama, do The Jet Leg Pub  – Guinness Citroen (R$ 35): vodca Ketel One Citroen (aromatizada de limão), chope Guinness, licor 43 e licor Baileys.